A Polícia Militar prendeu três procurados da Justiça, nesse domingo (7), nas cidades de Lagoa, Sousa e Conde. Ainda nas ações, um preso que cumpre pena por roubo em regime semiaberto, mas que foi liberado para passar a pandemia do novo coronavírus em casa, foi flagrado em uma festa no bairro do Bessa, na capital. Além do descumprindo das regras de distanciamento social, ele estava também desobedecendo às condições estabelecidas pela Justiça para a sua liberação, cuja principal delas era ficar recolhido em casa.

O procurado da Justiça que foi preso na cidade de Lagoa, no Sertão da Paraíba, tem 41 anos e é acusado de um latrocínio contra um aposentado, no mesmo município. O de Sousa, tem 25 anos e processo por roubo majorado. E o preso no município do Conde tem duas anotações criminais por roubo e porte ilegal de arma. Os três capturados, que tinham mandado de prisão expedidos pela Justiça paraibana, foram entregues nas delegacias das áreas onde eles foram presos.

A quarta prisão desse domingo (7) foi depois das 21h, quando uma das viaturas da Companhia Especializada em Apoio ao Turista (CEATur) realizava rondas no bairro do Bessa, em João Pessoa, e flagrou uma festa acontecendo. Ao abordar os participantes, descobriram que um deles, de 26 anos, deveria estar em casa, pois se tratava de um presidiário do regime semiaberto e que foi liberado para passar o período de pandemia recolhido em casa. Ele foi levado de volta para a Penitenciária Média de Mangabeira.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Esquema de ‘delivery’ de drogas é desarticulado no Sertão

A Polícia Militar desarticulou mais um ‘delivery’ de drogas e prendeu um suspeito, durante o fim de semana, no Sertão do estado. A ação aconteceu durante a Operação Cidade Segura,…

PRF flagra mais de 100 infrações em fiscalização de motocicletas no Cariri

A Polícia Rodoviária Federal na Paraíba (PRF) realizou, na tarde do último domingo (5), operação com foco na fiscalização de motocicletas na BR 412, entre os municípios de Monteiro e…