A Paraíba o tempo todo  |

PF entra na segurança de Lula e classifica petista como nível de risco máximo

A Polícia Federal passou a integrar a equipe de segurança que acompanha o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) durante as eleições deste ano. Todos os candidatos ao pleito têm direito à proteção da PF, mas há níveis de riscos que são avaliados para cada um deles.

Segundo a coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, o órgão acertou um protocolo com a campanha do petista em que Lula é classificado como “risco máximo”, em uma escala de 1 a 5, devido às ameaças que sofre.

Na semana passada, por exemplo, o influencer Ivan Rejane foi preso por ordem do Supremo Tribunal Federal (STF) por fazer ameaças à Corte e também a Lula. Ele chegou a dizer nas redes sociais que iria “caçar” o petista.

A classificação de risco máximo permite que Lula tenha segurança diária da PF em todos os eventos que precisar comparecer, até mesmo em sua rotina fora da agenda da campanha.

Para a função, três delegados – Andrei Augusto Passos Rodrigues, Rivaldo Venâncio e Alexsander Castro Oliveira – foram destacados para comandar o esquema de segurança, cujo número de policiais é sigiloso.

Além da PF, o petista também tem proteção de agentes do GSI (Gabinete de Segurança Institucional) pelo fato de ser ex-presidente da República.

 

Terra

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe