Por pbagora.com.br

A Polícia Federal deflagrou hoje (13) a quinta fase da Operação Registro Espúrio para ampliar as investigações sobre a atuação de uma organização criminosa que atua em fraudes e desvios relacionados a registros sindicais obtidos no Ministério do Trabalho. A suspeita é que o valor desviado tenha passado dos R$ 12 milhões. No total, 14 mandados de busca e apreensão serão cumpridos ao longo do dia.

O foco das investigações é o desvio de valores da Conta Especial Emprego e Salário (Cees) por meio de pedidos fraudulentos de restituição de contribuição sindical. Os policiais suspeitam de um esquema criminoso que atuava no Distrito Federal, Goiás e Paraná.

Os mandados de busca e apreensão serão executados em Brasília, Goiânia, Anápolis e Londrina. Segundo a Polícia Federal, os investigados vão responder pelos crimes de peculato, corrupção passiva, corrupção ativa, falsificação de documento público e lavagem de dinheiro.

 

Redação com Agência Brasil

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Notícias relacionadas

Fanqueiro MC Kevin morre aos 23 anos após cair de 11º andar de hotel

Ainda na noite deste domingo (16), o hospital para onde levaram MC Kevin confirmou a morte do funkeiro. O jovem de 23 anos, caiu do 11º andar de um hotel…

Viatura da PM capota e cai em rio durante perseguição, em Santa Rita

Uma viatura com três policiais militares caiu em um rio na noite dessa segunda-feira (17), no município de Santa Rita, na Grande João Pessoa. O acidente aconteceu durante uma perseguição…