A Polícia Federal na Paraíba deflagrou, na manhã de hoje (04), a Operação FAKE MONEY, com objetivo de desarticular associação criminosa envolvida no tráfico de entorpecentes e comércio ilegal de cédulas falsas.

Estão sendo cumpridos cinco mandados de busca e apreensão, nas residências dos investigados, nas cidades de Campina Grande e Alagoa Grande, e de seis mandados de prisão.

As ordens foram expedidas pela 1ª Vara de Entorpecentes de Campina Grande/PB. A operação contou com a participação de 30 Policiais Federais.

ENTENDA O CASO

As investigações se iniciaram no mês de abril de 2019, quando duas pessoas foram indiciadas pelo crime de moeda falsa. Contudo, a investigação demonstrou que a associação criminosa não se limitava ao repasse de
cédulas falsas, mas também ao tráfico de entorpecentes.

CRIMES INVESTIGADOS

Os investigados deverão responder pelos crimes de moeda falsa, tráfico de drogas e associação para o tráfico, cujas penas, somadas, podem ultrapassar 15 anos de reclusão.

NOME DA OPERAÇÃO

O nome da Operação, FAKE MONEY, é uma alusão ao início dos trabalhos investigativos, que tiveram por base o crime de moeda falsa.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PM prende homem por perturbar sossego e incomodar vizinhança em Mamanguape

Um homem foi preso pela Polícia Militar ontem (9), após denúncias de perturbação de sossego no Conjunto Cícero Lucena, em Mamanguape, no interior da Paraíba. Segundo informações da Polícia Militar,…

Gaeco cumpre mandados de busca e apreensão na Prefeitura de Alhandra

Uma grande operação do GAECO, da Receita Estadual, da Polícia Civil e do Tribunal de Contas do Estado foi deflagrada uma operação na manhã desta sexta-feira (10), contra fraude em…