A Polícia Federal na Paraíba deflagrou, na manhã de hoje (04), a Operação FAKE MONEY, com objetivo de desarticular associação criminosa envolvida no tráfico de entorpecentes e comércio ilegal de cédulas falsas.

Estão sendo cumpridos cinco mandados de busca e apreensão, nas residências dos investigados, nas cidades de Campina Grande e Alagoa Grande, e de seis mandados de prisão.

As ordens foram expedidas pela 1ª Vara de Entorpecentes de Campina Grande/PB. A operação contou com a participação de 30 Policiais Federais.

ENTENDA O CASO

As investigações se iniciaram no mês de abril de 2019, quando duas pessoas foram indiciadas pelo crime de moeda falsa. Contudo, a investigação demonstrou que a associação criminosa não se limitava ao repasse de
cédulas falsas, mas também ao tráfico de entorpecentes.

CRIMES INVESTIGADOS

Os investigados deverão responder pelos crimes de moeda falsa, tráfico de drogas e associação para o tráfico, cujas penas, somadas, podem ultrapassar 15 anos de reclusão.

NOME DA OPERAÇÃO

O nome da Operação, FAKE MONEY, é uma alusão ao início dos trabalhos investigativos, que tiveram por base o crime de moeda falsa.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PM faz buscas à procura de homem que matou padrasto em Monte Horebe

Policiais da 3ª CIA /6º BPM, atenderam na noite de ontem (28), um chamado sobre a morte de um homem a facadas no Sítio João Velho, município de Monte Horebe,…

Covid-19: PM evita que comerciantes se aglomerem ao redor da Feira da Prata

Graças a um trabalho conduzido pelo comandante do II Batalhão de Polícia Militar, Tenente Coronel Rogério Damasceno, policiais militares, com apoio da STTP, Sesuma e Procon, evitaram que acontecesse a…