Por pbagora.com.br

A Polícia Civil concluiu que após perícia, que perícia, que o adolescente morto em rebelião no Centro Socioeducativo de Mangabeira, em João Pessoa, estava algemado e com várias perfurações.
Segundo a perícia,, a vítima foi retirada da cela e estava no pátio da unidade. Segundo informações preliminares, o jovem estava sob ameaça.

Após a rebelião, a Fundação de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente “Alice de Almeida” (Fundac) vai abrir processo administrativo para investigar a motivação do tumulto ocorrido no Centro de Atendimento Socioeducativo Edson Mota (CSE).
A PC segue nas investigações para saber o que causou a morte do jovem e os autores.

Redação