A Paraíba o tempo todo  |

Pastor da Assembleia de Deus é preso sob acusação de pedofilia em Santa Rita

Policiais da 1ª Companhia de Polícia Militar, em Santa Rita, prenderam em flagrante delito, sob acusação de pedofilia, o pastor da Assembléia de Deus Madureira, Antonio Carlos Silva, 47 anos. O acusado atentou sexualmente contra a menina K., de 4 anos, conforme informou o cabo Lindomar Bezerra da Silva.

 O caso aconteceu na tarde de sábado (14), no interior da casa do acusado, na Rua Jornal Liberal, Aguialhandra, Conjunto Marcos Moura, em Santa Rita, e foi descoberto pela mãe da criança, quando esta chegou em casa.

 De acordo com o cabo Lindomar Bezerra, ao chegar em casa K. contou para a mãe que o “irmão” Marcos havia passado uma pomada no “pipiu” dela e que estava doendo. O militar ressaltou que, ao ouvir o relato da filha, a mãe, imediatamente, acionou a PM, que foi até o imóvel onde estava o pastor. “Quando cheguei lá com a mãe, a vítima e uma irmã dela, de 8 anos, ele ficou logo nervoso”, contou o policial, descrevendo a cena na qual deu voz de prisão a Antonio Carlos, às 18h, e o conduziu à 5ª Delegacia Distrital.

 Lindomar informou ainda que, na hora da prisão, a vítima e a irmã dela confirmaram as acusações na frente do acusado. Segundo o comandante da guarnição policiail que prendeu Antonio Carlos, exame feito na garota constataram lesões nas partes íntimas dela.

 A mãe de K. contou ao cabo que é costume da menina ir chupar a fruta conhecida por "oliveira" em um pé que existe na frente da casa do pastor Antonio Carlos, como o fez na tarde do sábado. Lindomar disse que se os vizinhos do pastor tivessem tomado conhecimento do que estava ocorrendo teriam praticado linchamento contra o religioso. Ele agora deve ir para o Presídio Padrão de Santa Rita. Antonio Carlos é separado da mulher há três anos, segundo informou o cabo Lindomar.


Edvanildo Lobo

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe