Um paraibano, natural da cidade de Serra Branca foi morto por engano por um policial militar na cidade de Boituva, em São Paulo.

De acordo com as informações, o homem identificado como sendo André da Silva Galdino, de 37 anos, morava em São Paulo há dez anos e na madrugada do último domingo (24) estava alcoolizado quando foi abordado por policiais.

Ao determinarem que André se rendesse e lançasse um suposto objeto que trazia na mão ao chão, ele teria feito um sinal de que estava armado e iria revidar. Por conta disso um dos policiais atirou contra o paraibano.

Ele chegou a ser socorrido mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. A polícia constatou que o objeto era na realidade um simulacro de arma de fogo. 

PB Agora

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

TransParaíba: bando furta quase 500 tubos e causa prejuízo de R$ 1,4 mi

Uma ação orquestrada e estruturada. É assim que a Polícia Civil da região de Picuí, no Curimataú paraibano, está classificando o furto de cerca de 460 tubos da adutora TransParaíba…

Ex-prefeita de Sapé é condenada a 8 anos e 4 meses de prisão

A ex-prefeita do Município de Sapé, Maria Luzia do Nascimento, foi condenada a uma pena de oito anos e quatro meses de reclusão e 333 dias-multa, por ter desviado dinheiro…