Por pbagora.com.br

A Polícia Federal realiza nesta segunda-feira (18) a Operação Turko para combater o crime de Pornografia Infantil na Internet. Cerca de 400 policiais cumprem 92 mandados de busca e apreensão na Paraíba, em mais 19 estados e no Distrito Federal.

A investigação, coordenada pela Divisão de Direitos Humanos e pela Unidade de Repressão a Crimes Cibernéticos da PF é resultado de informações repassadas pela Comissão Parlamentar de Inquérito da Pedofilia no Senado Federal, em parceria com a ONG Safernet e com o Ministério Público Federal de São Paulo.

No estado da Paraíba não haverá nenhum mandado de prisão, apenas dois mandados de busca e apreensão. Segundo informações da assessoria da Polícia Federal, os detalhes da operação só serão repassados na entrevista coletiva, antes disso, não poderá ser dado nenhuma informação sobre o caso. 

Foi apurado que os investigados usavam comunidades em um site de relacionamentos para troca de material de pornografia infantil. Ao longo de um ano de investigação, que contou com a colaboração da empresa proprietária do site, foram filtradas cerca de 3.500 denúncias que acabaram levando até os alvos da ação de hoje.

Nas buscas os policiais irão acessar os computadores dos suspeitos para confirmar a existência de imagens de pornografia infantil. Caso o material seja encontrado, os responsáveis serão presos em flagrante. Esta é a primeira grande operação após a publicação da lei 11.829, que alterou o Estatuto da Criança e do Adolescente e tornou crime a posse de material pornográfico infantil.

A operação é uma das ações que marcam o Dia Nacional de Luta contra o Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A data foi instituída pela Lei Federal nº 9970/00 e lembra um crime bárbaro que chocou todo o país e ficou conhecido como o “Crime Araceli”, ocorrido em 1973, em Vitória.
 

Entrevista coletiva

Os coordenadores da Operação Turko, juntamente com o senador Magno Malta, presidente da CPI da Pedofilia, e o Procurador da República Sérgio Suiama participam de uma entrevista coletiva no Edifício-Sede da Polícia Federal (Setor de Autarquias Sul, quadra 6, Lote 9/10) às 14 horas.

Alagoas

Amapá

Amazonas

Ceará

Distrito Federal

Espírito Santo

Goiás

Mato Grosso

Mato Grosso do Sul

Minas Gerais

Pará

Paraíba

Paraná

Pernambuco

Rio de Janeiro

Rio Grande do Norte

Rio Grande do Sul

Rondônia

Santa Catarina

São Paulo

Sergipe
 

 

PB Agora

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Polícia apreende em CG mais de 100 aves comercializadas ilegalmente

Policiais Militares da 2ª Companhia de Polícia Ambiental (2ª CPAmb) apreenderem mais de cem aves silvestres durante fiscalização na Feira da Prata, em Campina Grande, na manhã deste domingo (25).…

PB: 33 casos de injúria racial e preconceito foram registrados em 2020

Um levantamento feito pela Polícia Civil revela que foram registrados 77 casos de preconceito e injúria racial no ano passado. Já neste ano até o mês de setembro deste ano,…