A Paraíba o tempo todo  |

Operação da PRF registra queda dos números de vítimas nas estradas da Paraíba

Criminalidade também está em baixa

Na véspera do encerramento do ano de 2010, a
Polícia Rodoviária Federal na Paraíba registra queda na quantidade de
feridos e mortos, vítimas de acidentes e também a redução de ações
criminosas nas estradas federais paraibanas.

Comparando com o ano passado, o número total de acidentes apresentou taxa de
crescimento de 5,48%, número considerado bem, uma vez que a frota de
veículos no mesmo período cresceu acima de 10%. Em 2009 esse crescimento
havia sido de 6,41%, e que em 2008 atingiu 21,77%, o que aponta para uma
desaceleração progressiva.

Já com relação às vítimas, as rodovias federais da Paraíba teve redução de
3,47% no número de feridos e 8,42% no número de mortos, o que é bastante
relevante, levando-se em consideração, também nesse caso, as altas taxas de
crescimento do número de veículos em circulação no Estado.

Neste ano de 2010 a Polícia Rodoviária Federal registrou 3.740 acidentes com
2.225 feridos, sendo, 1.606 com lesões leves, 619 com lesões graves e 185
mortos. Enquanto que no ano passado, 2009 encerrou com 3.535 acidentes com
2.307 feridos, 1.622 com lesões leves, 685 graves e 202 mortos.

Embora a avaliação seja bastante positiva, ainda não é motivo para
comemorações. Oxalá possa ser um início de uma nova cultura voltada para a
segurança no trânsito, e que os motoristas e motociclistas paraibanos se
adequem a essa realidade, evitando assim as tragédias que em sua grande
maioria poderiam ter sido evitadas se todos praticassem a prudência e as
boas práticas de condução. Espera-se também que a consciência da gravidade
da violência no trânsito possa estar sendo absorvida, assim como o conceito
de que alguns segundos podem fazer a diferença para a vida humana.

Causa espanto que a maioria dos acidentes ocorridos nas rodovias federais
paraibanas – que são consideradas as melhores do País – ocorrem em pleno
dia, com céu claro, em pistas retas e secas:
 

 

Ascom PRF

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe