Quatro pessoas foram presas durante a ‘Operação Asas da Lei’, realizada na manhã desta quinta-feira (28), no Sertão do Estado. A ação integrada da Polícia Civil, Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba teve o objetivo de cumprir mandados de busca e apreensão em Cajazeiras para o enfrentamento dos homicídios, roubos e tráfico de drogas na região. Também foram apreendidos dinheiro, drogas, balança de precisão, munições, uma pistola e três simulacros de arma de fogo, utilizadas para a prática de crimes patrimoniais na cidade.

Um efetivo de 75 integrantes dos órgãos operativos participou do trabalho, que faz parte de um plano de ação da Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Sesds) para reforço das ações nas cidades que fazem parte da 3ª Região Integrada de Segurança Pública (Reisp). “É uma operação muito importante porque colheu muitas provas para subsidiar os inquéritos policiais e mostrou a presença do Estado, pois foi uma ação conjunta nas áreas de maior incidência criminal e trouxe mais tranquilidade para a cidade de Cajazeiras e região”, frisou o delegado Glauber Fontes, da 20ª Seccional de Polícia Civil, com sede no município. Todos os presos e o material apreendido foram conduzidos para Central de Polícia de Cajazeiras, para realização de procedimentos.

Desde o dia 25 de outubro, duas outras operações de grande porte também foram realizadas de maneira integrada no Sertão: a Ladinos, para prisão de suspeitos de ataques a instituições financeiras, e a Contenda, para combate aos homicídios, tráfico e assaltos, totalizando mais de 30 prisões.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Acusado de mutilar e decapitar homem no Agreste é preso

Após quatro meses de intensas investigações, a Polícia Civil conseguiu esclarecer um crime de homicídio praticado com requintes de crueldade e que impressionou a população da cidade de Gado Bravo,…

Homem é condenado a 10 anos de prisão por abusar da filha

Um homem, acusado de abusar sexualmente a própria filha, na cidade de Areia, foi condenado a uma pena de 10 anos e seis meses de reclusão, em regime fechado. A…