A mulher suspeita de atropelar um pedreiro em ciclofaixa na Paraíba foi é indiciada por homicídio culposo, após ser confirmada a morte cerebral da vítima. A informação foi confirmada em nota da Polícia Civil divulgada nesta sexta-feira (3), em João Pessoa.

O caso aconteceu na quarta-feira (1º), no bairro de Quadramares.
Segundo a delegada Cléa Lúcia Gomes, responsável pelo inquérito, uma equipe de investigadores foi até o local do acidente na tarde da quinta-feira (2) e fez um relatório sobre tudo o que foi coletado, além de solicitar as imagens do local e listar novas testemunhas.

A mulher já havia sido indiciada por lesão corporal culposa mas, após a confirmação da morte cerebral da vítima, o caso passou a ser tratado como homicídio culposo. A família de Walmir Pedro de Brito irá doar os órgãos da vítima.
Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Polícia prende três suspeitos de homicídio em Campina Grande

Três pessoas foram presas nesta quinta-feira (23) pela Polícia Civil, suspeitas de envolvimento na morte de um jovem. A ação, que ocorreu na cidade de Campina Grande, foi realizada por…

Carro capota após colisão e uma pessoa fica ferida, em João Pessoa

Uma pessoa ficou ferida, na manhã desta sexta-feira (24), depois que o carro em que ele estava capotou durante uma colisão com outro veículo. O acidente aconteceu no cruzamento da…