O Ministério Público através do seu Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial deflagrou hoje (23) uma operação em um prédio do Altiplano Cabo Branco, em João Pessoa. As primeiras informações são de que o alvo seria o apartamento aonde reside um coronel do Corpo de Bombeiros. O coronel do Corpo de Bombeiros, bem como a empresa de engenharia também está sendo alvo da operação.

Agentes estiveram em uma empresa de engenharia no bairros dos Bancários e em um condomínio residencial do Altiplano cumprindo mandados judiciais de busca e apreensão e quebra de sigilo telefônico.

De acordo com as investigações, os alvos da operação são acusados dos crimes de corrupção passiva, peculado e lavagem de dinheiro, em um esquema de propina que emitia alvarás contra incêndio. Os laudos fraudados chegavam a custar entre R$ 100 e R$ 20 mil, dependendo do tamanho do estabelecimento ou do problema identificado.

 

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Discussão entre casal LGBT por uma moto resulta em um esfaqueado na capital

Uma discussão entre um casal LGBT, resultou na noite de ontem (10), no esfaqueamento de um, no bairro de Paratibe, em João Pessoa, na Paraíba. De acordo com informações a…

Polícia captura trio do RN que repassava dinheiro falso na Paraíba

A Polícia Militar começou a semana desarticulando um trio que vinha do estado do Rio Grande do Norte, repassando dinheiro falso no comércio paraibano. A prisão dos três suspeitos aconteceu…