Por pbagora.com.br

Dois homens foram executados a tiros na noite deste domingo (1º) em João Pessoa. O duplo assassinato aconteceu por volta das 20 horas no conjunto Valentina de Figueiredo.

De acordo com a polícia, os homens estavam em frente ao Morenas Bar na Rua Arraial do Bonfim, na comunidade Monsenhor Magno quando foram alvejados com vários disparos.

A polícia foi informada do fato pelos moradores que escutaram os disparos e ligaram para o Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop). Uma viatura foi enviada ao local e quando os policiais chegaram se depararam com os dois corpos.

Um dos homens ficou na calçada no bar enquanto que o outro caiu no meio da rua. Ao lado dos corpos estava uma moto. No local de crime, como sempre, impera a “ lei do Silêncio” aonde os moradores afirmam que apenas escutaram os disparos e não viram mais nada.

Já no Bairro de Mandacarú, Rafael João do Nascimento, 24 anos, teve a sua residência invadida e foi executado a tiros na noite desse domingo (1º).
De acordo com a polícia, por volta das 19 horas, ele estava dentro de casa com a companheira, na Rua Severino Ramos, na Comunidade Beira Molhada quando teve o imóvel invadido por desconhecidos.

Os homens não disseram nada e já foram atirando em Rafael João do Nascimento que foi atingido com vários disparos. Ao ver o companheiro agonizando no chão, a mulher saiu gritando em busca de socorro.

Os gritos da mulher chamaram a atenção dos vizinhos que ligaram para a polícia. Uma viatura foi enviada ao local, mas quando os policiais chegaram o homem já estava morto.

Durante as investigações, a polícia tomou conhecimento de que Rafael João do Nascimento estava se preparando para se mudar do local. Essa informação levanta a suspeita de que o mesmo estava sendo ameaçado de morte.

Também na madrugada desse domingo (1º), um homem teve a casa metralhada localizada no conjunto Alto do Mateus em João Pessoa.

De acordo com a polícia cerca de seis homens encapuzados e a pé passaram em frente a uma residência na Travessa Carmem Miranda e começaram a atirar no imóvel.

Segundo a perícia, foram efetuados tiros de espingarda calibre 12, pistola e revólver. A residência pertence a um homem que é evangélico.
Ele contou a polícia que tem um filho adolescente que envolvido com “ coisas erradas” e acredita que os bandidos estão a procura dele para matar e como não encontraram resolver atirar na residência.

O dono da casa contou ainda que esta foi a segunda vez que sua residência foi alvo dos bandidos. A primeira vez aconteceu neste sábado (31), mas ele não procurou a polícia.

Policiais da Força Tática de Rotam foram acionados e iniciaram as investigações e buscas, mas até agora os responsáveis pelos disparos não foram localizados.

 

 

PortalCorreio

Notícias relacionadas

Foragido é preso pela PRF na Paraíba com carro roubado e clonado

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Paraíba prendeu, na noite da última quinta-feira (22), na capital paraibana, um homem foragido da justiça e recuperou um veículo roubado, que circulava clonado…

PRF na PB prende homens com carro de locadora e cigarros contrabandeados

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Paraíba prendeu, na noite da última quarta-feira (21), três homens, recuperou um automóvel de empresa de aluguel de veículos, nunca devolvido, e apreendeu 2.500…