O lutador de MMA Antônio "Cara de Sapato" passou por momentos de tensão em São Paulo. Ele sofreu um assalto e por pouco escapou ileso. O carro onde estava com um amigo foi parado por bandidos que queriam o relógio do lutador. Ao passar o relógio, a Polícia Militar chegou ao local e ao fugirem, os bandidos atiraram em direção ao carro, porém, as balas não pegaram no veículo. Recuperado do susto, Antônio relembrou o drama que passou em entrevista ao site "Combate". 

"Estava indo tirar umas fotos. Quando paramos no sinal, em frente ao (shopping) JK, no Itaim, um cara bateu no vidro com uma arma. Eu estava no carona, ouvi só o barulho e falei: "P*** que pariu, estou fod***, perdi o celular". Mas o cara queria meu relógio, não quis carteira e nem celular. Dei na hora. Chegou um policial do outro lado da rua apontando a arma para o bandido, que atirou na nossa direção, correndo. Uma bala pegou no para-brisa, perdeu força e resvalou no outro carro. A outra pegou entre uma porta e outra, bem no meio. Foi um cagaço do cara***, agradeci a Deus por não ter acontecido nada. Tivemos sorte de não pegar na gente. Era um Rolex. Po***, velho, custa um dinheirinho, comprei seminovo, faz um tempo que eu tenho" declarou.

Ig

 

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Com tornozeleira eletrônica, acusado de homicídio é preso com arma em Santa Rita

A Polícia Militar apreendeu um revólver calibre 38 cheio de munições, durante rondas realizadas pela Força Tática do 7º Batalhão, na tarde desta sexta-feira (16), no bairro Várzea Nova, em…

Homem é assassinado e outro é ferido a tiros em bairro de João Pessoa

Na madrugada deste sábado um homem foi encontrado morto no bairro dos Funcionários III, em João Pessoa. Segundo a polícia, a vítima foi assassinada com tiros na cabeça e na…