Dados da Secretaria de Segurança e Defesa Social (Seds) revelam que no primeiro semestre de 2019, 32 mulheres foram assassinadas, em toda Paraíba. O número representa 53% dos assassinatos de mulheres. O índice já é maior do que o mesmo período do ano de 2018, quando 48 mulheres foram assassinadas e 22 casos foram tratados como feminicídios, representando 44% do total.

Ainda segundo os dados, o mês de abril foi o mais violento, já que o número de feminicídios aumentou 50% em relação à soma dos casos do primeiro trimestre de 2019. Das nove mortes de mulheres no mês de abril, seis começaram a ser investigadas como feminicídio. O número é maior do que o que foi registrado nos três primeiros meses do ano somados (4 feminicídios). Em maio, o número de feminicídios também foi alto, embora a proporção tenha sido menor.

Os casos de mortes de mulheres que estão sendo investigados como feminicídio representam 50% do número de homicídios dolosos ou qualquer outro crime doloso que resulte na morte de uma mulher, apenas no mês de maio de 2019. De acordo com a Secretaria de Segurança e Defesa Social da Paraíba, foram registrados dez homicídios de mulheres em maio. Desse total, cinco casos são investigados como feminicídio.

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Feminicídio: jovem é morta a facadas por namorado, em Teixeira

A Polícia Militar da Paraíba registrou ontem (14), mais uma caso de feminicídio, quando uma jovem de 16 anos, ter sofrido uma facada, pelo marido, na cidade de Teixeira, na…

Homem é morto em Alagoa Nova, após discussão por aparelho celular

Uma discussão banal por uma aparelho de celular, resultou na morte de um homem de 29 anos, na madrugada de ontem (14), na cidade de Alagoa Nova, no Agreste paraibano.…