Por pbagora.com.br

Além  dele, outros dois suspeitos também tiveram a prisão decretada

A Justiça da Paraíba decretou a prisão, nesta quarta-feira (16), do sobrinho e de mais duas pessoas suspeitas da morte do ex-prefeito de Bayeux, no dia 09 de dezembro de 2020.

O mandato foi expedito nesta quarta-feira (16) pelo juiz Marcos Willian de Oliveira, da 1ª  Vara do Tribunal do Júri de João Pessoa.

Os alvos são Ricardo Pereira, Gean Carlos da Silva Nascimento e Leon Nascimento dos Santos. Ricardom inclusive, é sobrinho do ex-prefeito e apontado como suposto mandante do crime.

Expedito Pereira e o sobrinho Ricardo Pereira

Segundo a apuração, Gean Carlos trabalhou na campanha de Ricardo ao cargo de vereador nas eleições de 2020 em Bayeux. Já Leon, está preso desde sábado (12), pelo crime de estelionato e confessou ter usado a moto no dia do crime.

Ricardo Pereira se apresentou na tarde da última segunda-feira (14) e foi orientado pela defesa ficar calado. Gean Carlos compareceu, junto com seu advogado, no início da tarde de ontem. Também permaneceu calado ao ser questionado pelo delegado responsável pelo caso, Victor Melo.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bombeiros socorrem mulher suspeita de atear fogo na sua própria casa, em JP

Uma mulher precisou ser socorrida na noite de ontem (13), em João Pessoa, após tentar atear fogo na própria casa. O Corpo de Bombeiros foi acionado e precisou invadir o…

PC prende dois homens suspeitos de terem assassinado o vigilante na feira central de Campina

A Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Homicídios de Campina Grande, prendeu ontem, 13 de janeiro, dois homens suspeitos de terem assassinado o vigilante Deivdson Alves Fernandes,…