Por pbagora.com.br

Dois suspeitos de terem arquitetado e executado o assassinato do ex-prefeito de Bayeux, Expedito Pereira, já foram identificados, segundo revelou o  delegado titular da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa – (DCCPES), Vitor Melo, durante entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira (14).

Um deles já está preso, enquanto o outro, de acordo com o delegado, deve prestar depoimento nas próximas horas. O nome de nenhum dos dois, no entanto, foi revelado à imprensa.

Já a moto usada no crime foi identificada junto com o proprietário, que foi liberado após prestar depoimento. Durante o relato, ele explicou à polícia que o veículo foi emprestado a outras duas pessoas, que também foram identificadas pela Polícia e um deles já está preso. A prisão, porém, não tem a ver com a morte, mas sim com um mandato de prisão em aberto que existia contra o suspeito.

“O quebra-cabeça está perto de se montar e a gente hoje tem muitos elementos”, garantiu Vitor Melo.

Os investigadores da equipe conseguiram coletar diversas imagens, contando com com o apoio da Semob-JP e Polícia Rodoviária Federal para auxiliar no desfecho da apuração. A motivação do crime ainda não foi elucidada, mas a tese de que familiares possam estar envolvidos ainda não está descartada. Dívidas e relações extraconjugais também seguem entre as linhas de investigação.

 

PB Agora

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Polícia localiza e prende três homens suspeitos de homicídio em Mandacaru

A Polícia Militar deteve três homens suspeitos de um homicídio que aconteceu na tarde desta sexta-feira (15) no bairro de Mandacaru, em João Pessoa. A localização do trio aconteceu após…

Polícia encerra festa com aglomeração em Alagoa Nova

A Polícia Militar encerrou mais uma festa com aglomeração e uso de drogas na Paraíba. A ação foi registrada, na noite dessa sexta-feira (15), no município de Alagoa Nova, que…