Por pbagora.com.br

Um homem de 32 anos foi preso em flagrante, nessa quarta-feira (22), ao se passar por secretário de Saúde de Cuité de Mamanguape para pegar medicamentos no Hospital General Edson Ramalho, em João Pessoa. Ele ainda chegou a retirar 15 ampolas de uma substância usada para o tratamento de dores, assinando um documento de solicitação com carimbo de secretário e alegando que o medicamento seria usado no hospital da cidade.

A usurpação da função pública que o suspeito estaria praticando foi descoberta depois que funcionários do Hospital da PM ligaram para a Secretaria de Saúde de Cuité de Mamanguape e conseguiram contato com a verdadeira responsável pela pasta, que informou que ele não era secretário de Saúde e que até chegou a exercer o cargo, mas foi exonerado desde agosto do ano passado. Uma viatura da PM foi chamada e ele foi preso em flagrante.

O mesmo suspeito já tinha ido ao hospital da PM no fim do mês março, chegando inclusive a apresentar um documento que tinha a assinatura falsa de uma promotora de Justiça, com o objetivo de retirar quase 200 medicamentos de outro tipo, que também são usados em tratamentos para dor. Ele teria agido em outro hospital de João Pessoa.

O homem foi apresentado na Central de Flagrantes, no Geisel, que vai investigar o caso.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Menino de 11 anos é atropelado por moto ao atravessar BR-230 em João Pessoa

Uma criança de 11 anos foi atropelada por uma moto, na noite desta quinta-feira (24), ao tentar atravessar a BR-230, próximo a Comunidade São Rafael, no bairro Castelo Branco, em…

Presidiário de PE envolvido em oito mortes é preso na Paraíba

Um foragido da Justiça apontado como autor da morte de oito pessoas  foi preso no início da noite dessa quinta-feira (24) pela Polícia Civil da Paraíba.  Os crimes foram praticados em cidades…