Um homem de 32 anos foi preso em flagrante, nessa quarta-feira (22), ao se passar por secretário de Saúde de Cuité de Mamanguape para pegar medicamentos no Hospital General Edson Ramalho, em João Pessoa. Ele ainda chegou a retirar 15 ampolas de uma substância usada para o tratamento de dores, assinando um documento de solicitação com carimbo de secretário e alegando que o medicamento seria usado no hospital da cidade.

A usurpação da função pública que o suspeito estaria praticando foi descoberta depois que funcionários do Hospital da PM ligaram para a Secretaria de Saúde de Cuité de Mamanguape e conseguiram contato com a verdadeira responsável pela pasta, que informou que ele não era secretário de Saúde e que até chegou a exercer o cargo, mas foi exonerado desde agosto do ano passado. Uma viatura da PM foi chamada e ele foi preso em flagrante.

O mesmo suspeito já tinha ido ao hospital da PM no fim do mês março, chegando inclusive a apresentar um documento que tinha a assinatura falsa de uma promotora de Justiça, com o objetivo de retirar quase 200 medicamentos de outro tipo, que também são usados em tratamentos para dor. Ele teria agido em outro hospital de João Pessoa.

O homem foi apresentado na Central de Flagrantes, no Geisel, que vai investigar o caso.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Discussão por ‘cheiro de tinta’ termina com homem esfaqueado, em Mari

Mais um crime por motivações banais foi registrado na noite de ontem (25), quando um homem de 32 anos foi vítima de golpes de faca. O crime foi registrado na…

Homem que responde por tráfico volta a ser detido com droga em JP

A Polícia Militar prendeu novamente um mesmo suspeito de 25 anos atuando no tráfico de drogas, em João Pessoa. Desta vez, o acusado foi interceptado no momento em que estaria…