A Paraíba o tempo todo  |

Homem que matou ex-companheira em Serra Branca é preso pela Civil

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A Polícia Civil da Paraíba, através de ações desenvolvidas pelas delegacias de São João do Cariri e Serra Branca, deu cumprimento a Mandado de Prisão Preventiva contra o homem que cometeu feminicídio contra a ex-companheira a golpes de faca, fato ocorrido no dia 14 deste mês na comunidade rural da Malhada de Roça em São João do Cariri.

O homem já tinha sido autuado em flagrante no dia do crime e agora teve sua prisão preventiva decretada pelo Juiz da Comarca de Serra Branca, José Irlando Sobreira. A representação pela prisão foi solicitada pelas autoridades policiais. A Delegacia de Serra Branca faz parte da 14ª DSPC (Delegacia Seccional de Polícia Civil) com sede em Monteiro.

O preso realizou exame de corpo de delito e depois foi encaminhado à Cadeia Pública da cidade de Serra Branca, onde deve permenacer à disposição da Justiça.

A Delegacia de São João do Cariri, disponibiliza o telefone de número 3355-1136 para que casos de violência doméstica sejam denunciados e a Polícia Civil também recebe qualquer tipo de denúncia pelo numero 197 (Disque-Denúncia). A ligação é grauita e anônima, garantndo sigilo absoluto.

Relembre o caso

O crime aconteceu no sábado, 14, quando Natícia Mendes foi morta com um golpe de faca no coração, na frente da filha, no Distrito de Malhada da Roça, zona rural de São João do Cariri, na Paraíba.

Na região estava acontecendo uma vaquejada e o ex-companheiro da vítima foi até o local onde ela estava com a filha e lhe atingiu com uma facada no peito. O motivo seria o fato dele não aceitar o fim do relacionamento.

Segundo informou o delegado Luiz Xavier no dia do crime, o casal estava separado há alguns meses. No dia da vaquejada, quando a mulher resolveu ir embora e se dirigiu a um veículo onde pegaria uma carona, ele se aproximou e lhe atinguiu com um golpe de faca no peito, atingindo o coração.

Natícia Mendes foi socorrida para o Hospital de Serra Branca, mas não resistiu aos ferimentos e veio a falecer. O ex-companheiro também tentou se matar, mas foi socorrido para o Hospital de Trauma de Campina Grande, ficando sob custódia da Polícia e sendo preso ainda em situação de flagrante.

Da Redação com Assessoria

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe