Um assistente social de São Paulo fez uma denúncia nesta segunda-feira (7) de crime homofóbico que teria sido cometido pelo namorado dele, na cidade de Tacima, na Paraíba. O homem teria sido agredido e atingido com uma coronhada na cabeça. “Estava louco dizendo que me amava, que não queria me perder”, conta Wesley Batista.

O caso foi denunciado na delegacia de crimes homofóbicos e aconteceu no último domingo (6). Conforme relata, Wesley teria conhecido o namorado nas redes sociais e chegou em João Pessoa para participar da parada LBGTQ+, que aconteceu no domingo anterior (29). Em seguida, foi para a cidade de Tacima, onde morava o namorado.

Nos últimos dias, Wesley já tinha percebido uma mudança de atitude por parte do companheiro e contou que ele havia se tornado violento. A agressão aconteceu no domingo, quando Wesley estava saindo para pegar o ônibus, no período da noite. “Ele começou a ficar transtornado, a me perseguir. Numa roda de amigos, ele começou a me agredir e me deu uma coronhada, foi muito sangue”, revela.

Wesley Batista foi encaminhado para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa e, em seguida, denunciou o crime. Conforme a delegada de crimes homofóbicos, Vera Lúcia Soares, Wesley será encaminhado para a cidade de Tacima após prestar depoimento em João Pessoa. A vítima também perdeu todos os documentos, que foram teriam sido rasgados pelo companheiro.

Redação com G1

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Polícia Militar recaptura foragidos de presídio pernambucano

A Polícia Militar da Paraíba recapturou dois fugitivos de um presídio de Pernambuco, que haviam escapado com outros apenados de uma unidade prisional na cidade de Limoeiro, nessa última semana.…

PM recupera produtos roubados de loja de eletrodomésticos na PB

Uma ação rápida dos policiais do 11º Batalhão conseguiu recuperar, nesse domingo (12), vários produtos de uma loja de eletrodomésticos que foi arrombada no Centro da cidade de Prata, no…