Um assistente social de São Paulo fez uma denúncia nesta segunda-feira (7) de crime homofóbico que teria sido cometido pelo namorado dele, na cidade de Tacima, na Paraíba. O homem teria sido agredido e atingido com uma coronhada na cabeça. “Estava louco dizendo que me amava, que não queria me perder”, conta Wesley Batista.

O caso foi denunciado na delegacia de crimes homofóbicos e aconteceu no último domingo (6). Conforme relata, Wesley teria conhecido o namorado nas redes sociais e chegou em João Pessoa para participar da parada LBGTQ+, que aconteceu no domingo anterior (29). Em seguida, foi para a cidade de Tacima, onde morava o namorado.

Nos últimos dias, Wesley já tinha percebido uma mudança de atitude por parte do companheiro e contou que ele havia se tornado violento. A agressão aconteceu no domingo, quando Wesley estava saindo para pegar o ônibus, no período da noite. “Ele começou a ficar transtornado, a me perseguir. Numa roda de amigos, ele começou a me agredir e me deu uma coronhada, foi muito sangue”, revela.

Wesley Batista foi encaminhado para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa e, em seguida, denunciou o crime. Conforme a delegada de crimes homofóbicos, Vera Lúcia Soares, Wesley será encaminhado para a cidade de Tacima após prestar depoimento em João Pessoa. A vítima também perdeu todos os documentos, que foram teriam sido rasgados pelo companheiro.

Redação com G1

Total
1
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Santa Rita: Polícia intercepta grupo suspeito de arrombamentos

A Polícia Militar interceptou um grupo que planejava arrombar lojas da cidade de Santa Rita, na madrugada desta quarta-feira (16), e apreendeu com eles um alicate grande e uma barra…

PC identifica dois envolvidos em estupro coletivo, após a prisão de adolescente

O caso que chamou a atenção dos paraibanos nesta semana, quando uma jovem foi vítima de um estupro coletivo na cidade de santa Rita, teve um novo capitulo na tarde…