O ex-presidiário José Davi dos Santos, de 33 anos, residente da Comunidade Renascer, no Distrito Mecânico, em João Pessoa, foi assassinado, por volta das 13h30min, desta sexta-feira (01).

Ele estava sentado em um banco de cimento, em frente a uma casa que vende óleo, quando um homem em uma motocicleta – de placa e marca ainda não identificadas – se aproximou pelas seus costas e efetuou apenas um tiro em sua cabeça; ele morreu na hora.

 

José Davi, segundo dados apurados pela polícia, era usuário de drogas e possuía problemas mentais. Além de já ter cumprido pena, em diversos presídios da capital, como também no presídio do Serrotão, em Campina Grande, por homicídios e furtos. Ele também era acusado de ter assassinado uma estudante, após assaltar o seu celular, na Rua das Trincheiras, no Centro de João Pessoa.

 

O delegado Pedro Ivo, da Delegacia de Homicídios, esteve na cena do crime e já iniciou investigações para descobrir o autor do homicídio.

 

PB Agora com informações de Aguinaldo Mota

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Procurado pela justiça da Paraíba é preso no Rio de Janeiro

Em nova fase da Operação Malhas da Lei, as polícias Militares da Paraíba e do Rio de Janeiro prenderam, nessa sexta-feira (29), um acusado de 40 anos procurado pela Justiça…

Polícia prende suspeito de tráfico de drogas no Bairro São José

A Polícia Militar prendeu, nessa sexta-feira (29), o suspeito de liderar o tráfico de drogas do Bairro São José, em João Pessoa. A prisão ocorreu no bairro do Bessa, de…