Por pbagora.com.br
Imagem ilustrativa

Presa por tentar fraudar vestibular de Medicina em Campina Grande, uma estudante universitária deverá ser liberada após a prisão temporária.

Isso porque ela colaborou com a polícia nas investigações que pretendem desbaratar o esquema de fraudes.

De acordo com as informações a mulher de 23 anos é estudante de medicina e é suspeita de ter feito a prova no lugar de 15 pessoas.  A polícia aponta que o grupo cobrava até R$ 120 mil por vaga.

A suspeita confessou participação no esquema e contou tudo o que sabia durante o depoimento, por isso deve responder às acusações em liberdade.

PB Agora

Notícias relacionadas

Polícia intercepta fuga de suspeito de assaltar motoboy e recupera veículo em JP

A Polícia Militar evitou que um motoboy de aplicativo de entrega de alimentos ficasse sem o principal instrumento de trabalho, ao interceptar a fuga de um adolescente de 15 anos,…

Ex-presidiário morre durante ataque a tiros dentro de residência, em Patos

Foi morto na noite de ontem (1º), um homem durante um ataque a tiros dentro de uma residência, no bairro Dona Milindra, na cidade de Patos, na Paraíba. Ivanilson Bezerra,…