A Polícia Militar prendeu dois homens madrugada desta segunda-feira (1º) suspeitos de tentarem assaltar uma casa e fazer a família refém, por mais de duas horas, na orla de Pitimbu, Litoral Sul da Paraíba. Com os suspeitos, a polícia apreendeu três armas de fogo.

De acordo com a PM, os suspeitos chegaram a orla de Pitimbu por volta das 23h do domingo (31), em um carro que tinha sido roubado na cidade de Santa Rita, há 15 dias. Eles ficaram esperando o dono da casa fechar um bar, e quando a vítima estava entrando em casa, os suspeitos anunciaram o assalto.

Algumas pessoas que passavam no local no momento do assalto perceberam que se tratava de um roubo e acionaram a Polícia Militar. Os homens foram surpreendidos pela guarnição quando estavam saindo da residência, com celulares, relógios, eletrodomésticos e se preparando para levar também o carro que estava na garagem. Houve troca de tiros e os suspeitos entraram de volta para a casa, fazendo o proprietário e cinco familiares dele de reféns.

A Polícia Militar reforçou o cerco realizado pela 1ª Companhia Independente, recebendo o apoio do Batalhão de Operações Especiais (Bope), e tentou negociar a liberação das vítimas e rendição dos suspeito. Por volta das 2h, os reféns começaram a ser liberados. Os suspeitos tentaram fugir pulando os muros das casas ao lado, mas foram presos no quintal da residência vizinha.

Os dois homens eram foragidos da justiça. Eles foram identificados como Adriano Nascimento dos Santos, de 30 anos, que deveria estar cumprindo pena em regime semiaberto pelos crimes de tráfico de drogas e porte ilegal de arma, e Francisco Silva dos Santos, de 25 anos, já condenado por roubo. Os dois foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil, em Alhandra.

 

Redação

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ex-prefeita de Sapé é condenada a 8 anos e 4 meses de prisão

A ex-prefeita do Município de Sapé, Maria Luzia do Nascimento, foi condenada a uma pena de oito anos e quatro meses de reclusão e 333 dias-multa, por ter desviado dinheiro…

Ex-mulher de ex-prefeito de Santa Rita quer indenização de R$ 800 mil por ‘vida desfeita’

42Um processo junto a 3ª Vara Mista da Justiça do município de Santa Rita, chamou a atenção da imprensa. Trata-se que Cléia Cristina Maciel Felix, está processando o ex-prefeito de…