Por pbagora.com.br
 
 

Policiais Militares, Civis e agentes do Corpo de Bombeiros se reuniram na tarde de ontem (1º), na comunidade chamada Porto da Oficina que fica bem próxima ao bairro São Bento, em Bayeux, para apurar a informação de um corpo desovado no local. Após averiguação, os agentes constataram que os restos mortais estavam em uma região de mangue.

Há suspeita de que o corpo seja de um rapaz que desapareceu no último sábado (29), em Bayeux. Segundo relatos, ele estaria na companhia de duas mulheres quando o veículo dele faltou combustível. Ele teria ido com um recipiente comprar combustível e nesse caminho teria sido colocado em um carro e desde então não foi mais visto.

Segundo a polícia, a suspeita vem de uma informação que chegou diretamente para a família do jovem. Parentes do rapaz desaparecido receberam a mensagem, no último dominho (30) de que seu corpo teria sido desovado no local em que a polícia fez as buscas nesta terça.

vítima tinha sinais de violência e estava enterrada em uma área de mangue, em uma cova rasa, a 70 centímetros da superfície do solo. De acordo com o perito Aldenir Lins, o homem, possivelmente morto há mais 48 horas, estava em avançado estado de decomposição. “Ele foi dominado em outro ambiente e teve as mãos amarradas para trás. A vítima foi conduzida em vida ao local, não há sinal que ela tenha sido trazido morto”, disse. A perícia não tem confirmação do que pode ter causado a morte da vítima ainda não identificada.

O corpo deve ser encaminhado para o Instituto de Polícia Científica (IPC-PB), no bairro Cristo Redentor, em João Pessoa, para que os procedimentos de identificação possam ser iniciados.

Redação

 
 
Notícias relacionadas

Residência do ministro Marcelo Queiroga em Cabedelo é arrombada

A casa do ministro da Saúde Marcelo Queiroga em Cabedelo foi arrombada na madrugada deste sábado (12). O crime aconteceu no bairro de Camboinha III. De acordo com informações policiais,…