A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

Com mandado de prisão em aberto, dono da Braiscompany é convocado a depor na Câmara

Com mandado de prisão em aberto há pelo menos três meses, o empresário Antônio Neto Ais, dono da Brasicompany,  foi convocado a depor na CPI das criptomoedas na Câmara dos Deputados em atendimento a um requerimento de autoria do deputado carioca Aureo Ribeiro (Solidariedade).

A justificativa para o convite envolve que a empresa — que é investigada por um calote de aproximadamente R$ 2 bilhões — alegou falsamente que teve recursos travados na Binance, mas nem conta na corretora a empresa tinha.

Além disso, a justificativa indica que até a empresa que supostamente lastreava as operações da Braiscompany se diz fraudada.

Outro motivo envolve a única nota divulgada pelo próprio Ais em seu Instagram público. Na ocasião, Antônio Neto divulgou que “nenhum colaborador tem quaisquer responsabilidades ou culpa sobre o ocorrido”.

Em resumo, ele assumiu a culpa pela fraude bilionária e agora receberá convite a depor na Comissão de Inquérito Parlamentar. As informações são do Blog do Maurílio Júnior.

 

Redação

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe
      PUBLICIDADE
      ×