A agência do Banco do Brasil da cidade de Cabaceiras, localizada no Cariri paraibano, foi assaltada no final da manhã de ontem. Passava das 11h quando quatro homens fortemente armados invadiram o local, renderam clientes, dois vigilantes e funcionários, os fazendo de “escudo humano”, e levaram dois malotes com mais de R$ 200 mil. Segundo testemunhas, cerca de 15 pessoas entre clientes e funcionários, que estavam no local, foram rendidas e obrigadas a formar duas filas em frente à agência, enquanto os bandidos executavam a ação. Duas pessoas foram detidas por policiais federais, na rodovia PB-148, suspeitas de participação no crime.

Segundo as testemunhas, os bandidos chegaram na agência com fuzis, espingardas calibre 12 e pistolas e usavam equipados com coletes à prova de bala e capuz. Eles desceram de um veículo Fiat Uno bege, de placa KMC 9651, do Recife-PE, que havia sido roubado semanas atrás em Pernambuco, e entraram na agência atirando. Após realizarem o assalto, os homens roubaram um veículo Palio cinza, de placa KIY 0104/PB, que pertence ao vendedor Ary Lima, 48 anos, que tinha acabado de chegar ao banco para fazer um saque. “Eles permaneceram com todos nós reféns por cerca de 15 minutos, e aí perceberam que o carro era meu e pediram a chave. Nós ficamos em duas filas como escudos humanos, em frente à agência. Foi uma cena de filme mesmo”, contou o vendedor. Toda a ação foi filmada pelo circuito interno de TV do banco e as fitas serão analisadas pela polícia.

Durante a fuga, os bandidos levaram refém no interior do veículo o gerente da agência, Edivaldo Barbosa, e uma funcionária dentro do porta-malas, que não teve o nome revelado. Os dois foram liberados nas imediações de uma ponte, a poucos quilômetros da cidade. O gerente, segundo a polícia, foi obrigado a pular de uma altura de mais de um metro da ponte, e sofreu escoriações no pé esquerdo. Por conta do assalto, a funcionária e o gerente precisaram ser socorridos para o Hospital Regional de Campina Grande, onde foram atendidos e liberados. O veículo Palio usado na fuga foi abandonado no local e o grupo fugiu em uma picape branca, por uma estrada de terra no caminho que dá acesso ao Estado de Pernambuco.

O assalto aconteceu, segundo testemunha, após um carro-forte abastecer a agência com dinheiro. Segundo o delegado da Polícia Federal Fábio Maia, que esteve à frente da operação, a agência tinha sido abastecida com R$ 300 mil, que seriam utilizados para o pagamento das aposentadorias. “Após abrirem o cofre, eles fizeram uma varredura e levaram quase tudo. O banco ainda está apurando para identificar o valor exato, mas certamente bem mais do que R$ 200 mil foram levados”, revelou o delegado.

Segundo a PF, o grupo de Pernambuco é composto por dez pessoas, que deram apoio logístico aos assaltantes. Os bandidos já vinham planejando a ação há vários meses e as polícias federal de Pernambuco e Paraíba estavam investigando os integrantes da quadrilha.
 

Jornal da Paraíba

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Suspeito de matar jovem e deixar mãe ferida em Santa Rita é preso

Em menos de uma hora, Polícia Militar prende suspeito de homicídio em Santa Rita A Polícia Militar localizou e prendeu um suspeito de homicídio ocorrido na noite dessa sexta-feira (17),…

Policial é preso suspeito de ferir a tiros duas pessoas no Fest Verão

Um policial militar de Pernambuco foi preso após atirar e ferir duas pessoas durante o evento Feste Verão, na praia de Intermares, em Cabedelo, na Região Metropolitana de João Pessoa.…