A Paraíba o tempo todo  |

Audiências de custódia serão realizadas de forma virtual a partir desta segunda

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A partir da próxima segunda-feira (15), as audiências de custódia de pessoas presas em João Pessoa passarão a ser realizadas na sede da Central da Polícia Civil, instalada no bairro do Geisel, na Capital paraibana. A medida é resultado de uma parceria firmada entre a corporação, Ministério Público da Paraíba, Defensoria Pública e Poder Judiciário do Estado.

Foto: Secom

As audiências, que têm a finalidade de analisar a legalidade da prisão, eram realizadas diariamente e de forma presencial no Fórum Criminal de João Pessoa. No entanto, em virtude da pandemia causada pelo novo Coronavírus (Covid-19), essas audiências foram suspensas. Com a parceria firmada com a Polícia Civil da Paraíba, os procedimentos serão retomados de forma virtual.

A Polícia Civil disponibilizou uma sala nas instalações da Central, onde foram instalados equipamentos e mobiliários necessários para permitir a realização das audiências. O ambiente possui segurança e cumpre todos protocolos sanitários de prevenção à doença.

Segundo o delegado Luciano Soares, da 1ª Superintendência de Polícia Civil da Paraíba, o novo espaço vai permitir que as audiências voltem a ser realizadas todos os dias. “Equipes de policiais civis estarão a postos para preservar a segurança tanto do preso, quanto de seu advogado particular, caso esteja presente. O preso que não tiver advogado será representado pela Defensoria Pública, que participará do evento de forma virtual”, afirmou Soares.

A delegada-geral adjunta da Polícia Civil da Paraíba, Cassandra Duarte, destacou que a corporação sempre buscou atuar de forma harmoniosa com as demais instituições que defendem os direitos da população, como Poder Judiciário, Ministério Público e Defensoria Pública da Paraíba. Ela destaca que a parceria firmada com a Polícia Civil é mais uma importante medida que busca solucionar problemas causados pelo Coronavírus e melhorar o serviço prestado à população.

 

Secom

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe