Por pbagora.com.br
 
 

Internado no Hospital de Trauma de João Pessoa desde o dia 27 de novembro, faleceu na manhã deste sábado (12) o falso piloto de avião que foi baleado em um restaurante na orla de Cabo Branco, em João Pessoa.

Diego Schmoller Luciano, de 34 anos, foi atingido por pelo menos cinco tiros, que lhe atingiram no braço, dois na perna e próximo ao peito.

De acordo com a polícia, após ser baleado, o homem se apresentou como piloto de aeronaves e usava nome falso de Victor Hugo Garcia. Com base nas investigações, a polícia descobriu que ele utilizava nome falso e responde por estelionato, furto e roubo em São Paulo e Santa Catarina.

As investigações com o intuito de identificar os autores dos disparos contra Diego Luciano ainda continuam. Ninguém foi preso.

 

PB Agora

 
 
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias relacionadas

Aposta única acerta as seis dezenas da Mega-sena e fatura quase R$ 22 milhões

Uma única aposta de Fortaleza, no Ceará levou o prêmio de R$ 21.898.260,37 do concurso 2.337 da Mega-Sena, que teve suas dezenas sorteadas neste sábado (23) em São Paulo. O…

Polícia realiza incursão em comunidade de JP e apreende arma e drogas

Uma incursão realizada pelas equipes do Regimento de Polícia Montada (RPMont) nesse sábado (23), na comunidade Minervina, localizada no bairro do Rangel, em João Pessoa, resultou na apreensão de uma…