A Paraíba o tempo todo  |

Advogado de homem que atropelou e matou motoboy em JP pede garantias para cliente

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O advogado Harley Cordeiro, que faz a defesa do empresário Ruan Ferreira de Oliveira, que atropelou e causou a morte do motoboy Kelton Marques, de 33 anos, na madrugada do último sábado (11), pediu garantias à Polícia Civil para que o seu cliente, que teve a prisão preventiva decretada, se entregue.

Ele quer uma escola policial para a apresentação de Ruan às autoridades policiais. Em entrevista a veículos de imprensa da Capital, ele alegou que o suspeito vem sofrendo ameaças de morte.

Entenda

Ruan é suspeito de atropelar e matar o motoboy Kelton Marques, de 33 anos, na madrugada do último sábado (11), na Avenida Flávio Ribeiro Coutinho (Retão de Manaíra), em João Pessoa, por volta das 5h.

Através de uma câmera de dentro do automóvel dele, a polícia descobriu que o motorista ultrapassou o sinal vermelho e atingiu o motoboy a 163km/h. Após a colisão, Ruan fugiu sem prestar socorro. Câmeras de segurança de prédios na área mostram um homem correndo após o acidente.

No interior do veículo, a polícia encontrou latas de cerveja e uma porção de maconha.

Da Redação

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      20
      Compartilhe