Por pbagora.com.br
 
 

Mais um caso de feminicídio na Paraíba. Uma adolescente de 16 anos, oi é morta com tiro na cabeça e o ex-namorado é principal suspeito. O crime que elevou a estatística de violência contra a mulher, aconteceu em Pedras de Fogo, e segundo a polícia, o suspeito não aceitava o fim do relacionamento com a vítima e por isso teria cometido o crime.

Segundo investigou a polícia, adolescente estaria separada do suspeito há cerca de três meses, conforme testemunhas relataram à polícia. Os relatos também dão conta que o suspeito era violento e a ameaçava a adolescentes constantemente.

A vítima estava bebendo em uma rua próxima de casa, quando o suspeito se aproximou e, de imediato, atirou na cabeça da ex-namorada. O suspeito foi identificado, mas até as primeiras horas desta terça-feira (29) não foi encontrado ou preso. A Polícia Civil está investigando o caso.

PB Agora

 
 
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Polícia barra “batalha do passinho” organizada em praça, em Cabedelo

Por conta da pandemina do novo coronavírus, agentes de segurança pública estão atuando no sentido de evitar aglomerações de pessoas que insistem em colocar suas vidas e a de seus…

Tentativa de feminicídio: Técnica de enfermagem é baleada com 5 tiros, em CG

Uma técnica de enfermagem ficou gravemente ferida ontem (14), após ser baleada com cinco tiros durante uma tentativa de feminicídio, no bairro Bodocongó, em Campina Grande, na Paraíba. Segundo a…