Sem legislação específica nem órgãos de repressão adequados à realidade, o Brasil está virando o paraíso dos crimes cibernéticos é o que aponta dados da Polícia Federal. Só em 2018, essa modalidade de crime provocou um prejuízo de R$ 3 bilhões, sendo a maior parte de fraudes bancárias.

 

No caso de crimes de ódio e pedofilia, por meio da internet, são 40 mil ocorrências por mês.

 

Por outro lado, a Polícia Federal não tem delegacias especializadas, os computadores são ultrapassados e o setor de cybercrimes tem apenas 20 funcionários – os EUA têm 1,2 mil agentes especializados.

 

 

Redação com dados da PF

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Justiça mantém prisão de casal suspeito de torturar criança na PB

Justiça mantém prisão de casal suspeito de torturar criança em Boqueirão O casal preso pela Polícia Civil e suspeito de torturar uma criança de sete anos, na cidade de Boqueirão,…

João e o compromisso da Segurança para manter redução de crimes

O governador João Azevêdo se reuniu, nesta segunda-feira (22), no Palácio da Redenção, em João Pessoa, com a cúpula da Segurança Pública do Estado para avaliar os números que apontam…