Apesar da defesa do ex-secretário de Planejamento do Estado, Waldson Sousa, declarar durante audiência de custódia que a esposa do investigado sofre de transtornos e ele é o único gestor da casa, justificando desta forma uma possível prisão domiciliar para que ele pudesse cuidar do filho e da mulher, o juiz Adilson Fabrício se manifestou pela manutenção da prisão preventiva.

De acordo com o magistrado ainda caberá ao relator definir sobre a manutenção da prisão de Waldson.

O ex-secretário será levado para Penitenciária Média de Mangabeira e não poderá ter contato com Gilberto Carneiro, Ricardo Coutinho e Coriolano Coutinho.

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Alerta de perigo por chuvas é emitido pelo Inmet para João Pessoa e outras 41 cidades

O Centro Virtual para Avisos de Eventos Meteorológicos Severos do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), emitiu na manhã desta segunda-feira, um alerta laranja vai até as 10h de terça-feira (31).…

Prefeitos do Vale do Sabugi cancelam as festividades juninas e emitem carta

Prefeitos decidiram conjuntamente pela suspensão do tradicional São João de Santa Luzia e das festividades de São Pedro nos municípios de São José do Sabugi, São Mamede e Junco do…