Por pbagora.com.br

Apesar da defesa do ex-secretário de Planejamento do Estado, Waldson Sousa, declarar durante audiência de custódia que a esposa do investigado sofre de transtornos e ele é o único gestor da casa, justificando desta forma uma possível prisão domiciliar para que ele pudesse cuidar do filho e da mulher, o juiz Adilson Fabrício se manifestou pela manutenção da prisão preventiva.

De acordo com o magistrado ainda caberá ao relator definir sobre a manutenção da prisão de Waldson.

O ex-secretário será levado para Penitenciária Média de Mangabeira e não poderá ter contato com Gilberto Carneiro, Ricardo Coutinho e Coriolano Coutinho.

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João Pessoa lidera registro de novos casos de covid-19 nesta sexta-feira

A cidade de João Pessoa continua sendo a que mais registra casos de contaminação pelo novo coronavírus (covid-19) diariamente. Nesta sexta-feira (27), os 363 casos confirmados estão distribuídos por todos…

Covid: Saúde de JP diz que não permitirá que bares virem casas de shows

Com o intuito de evitar aglomerações e combater a disseminação do novo coronavírus, a Prefeitura Municipal de João Pessoa disse que não permitirá que bares e restaurantes se transformem em…