A Paraíba o tempo todo  |

Vereadora Dona Fátima pede reabertura de restaurantes e cozinhas comunitárias de Campina Grande

Diante da insegurança alimentar de famílias carentes de Campina Grande, em decorrência da pandemia da Covid-19, a vereadora Maria de Fátima Melo Silva, (Dona Fátima) do PODEMOS, cobrou do chefe do poder executivo municipal, a reativação dos restaurantes populares e cozinhas comunitárias da cidade.

Dona Fátima justificou que a reabertura desses equipamentos se faz urgentemente necessária, neste período de pandemia, visto que muitas famílias campinenses tiveram redução drásticas em seus orçamentos, e passaram a enfrentar dificuldades para ter uma alimentação digna.

A vereadora enfatizou que a reabertura dos equipamentos comunitários, permitiriam nesse tempo de agravamento da crise financeira, aliviar o sofrimento de centenas de campinenses, que voltariam a ter direito às refeições básicas do dia com preços acessíveis.

Dona Fátima disse que pretende apresentar um requerimento na Câmara Municipal solicitando do prefeito Bruno Cunha Lima, a reabertura dos dois restaurantes populares que funcionavam na cidade, no centro e outro no distrito dos mecânicos, bem como,   das cozinhas comunitárias que funcionavam nos distritos de São José da Mata e Galante, além dos bairros José Pinheiro, Malvinas, Bodocongó, Liberdade, Pedregal, Jeremias e Catingueira.

Ela observou que além de reabrir os equipamentos, a prefeitura precisaria garantir as condições de  funcionamento aos servidores que irão trabalhar nos locais. A vereadora disse que acredita na sensibilidade do atual gestor em reconhecer a importância dos restaurantes e cozinhas comunitárias, visto que a população passou a ter menos possibilidades de acesso a alimentação de qualidade a preços baixos, depois do fechamento dos equipamentos.

Como sugestão, Dona Fátima disse que o prefeito Bruno poderia conversar com o atual presidente da República, Jair Bolsonaro, de quem é aliado, para tentar novas parcerias com o governo federal que viabilizassem a reabertura dos 11 equipamentos.

A vereadora que já visitou alguns dos locais onde funcionavam as cozinhas comunitárias, disse que a  reabertura dos restaurantes e das cozinhas, seria um grande gesto de grandeza do atual gestor, e certamente conseguiria suprir as necessidades da população, que sofre com os efeitos da pandemia.

“Independente de quem implantou os restaurantes e cozinhas comunitárias, o mais importante é reconhecer o benefício que a reabertura desses  equipamentos vão proporcionar à população carente nesse tempo de pandemia” argumentou a vereadora.

Redação com assessoria

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe