A Paraíba o tempo todo  |

Vazamento de Dados: 227 Milhões de Brasileiros foram Impactados

Mais vazamento de dados impacta 227 milhões de brasileiros
CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Fotos de 13 mil documentos como RGs, CPFs e CNHs, além de dados de 227 milhões de brasileiros, foram colocados à venda em um fórum por dois cibercriminosos.  De acordo com a empresa de cibersegurança Syhunt, em relatório enviado ao TecMundo, apenas a amostra possui dados de mais de 2,5 milhões de pessoas.

O vazamento foi encontrado em fóruns onde a venda desse tipo de dados é comercializado. Dois usuários com os apelidos de “YZK” e “Sr_Siriguejo” foram apontados pela Syhunt como os vendedores dos dados:

  • O primeiro envolve as fotos de 13 mil documentos como RG, CPF e CNH, além de um número não revelado de cartões de crédito em um pacote de 1,2 GB
  • O segundo usuário oferta 37,7 GB de dados, “incluindo o nome das mães de 227 milhões de brasileiros, além de vazar o nome das mães de 2 milhões e meio de brasileiros como amostra grátis”, afirma a Syhunt
  • O relatório da empresa foi publicado online e pode ser conferido aqui

Ainda não é consenso sobre a origem desses dados e nem quando os mesmos foram realmente acessados indevidamente, porém, segundo os analistas, é fácil perceber nas imagens que podem se tratar de dados de autenticação, provavelmente em algum banco de dados de algum aplicativo que exigia foto como documento para registro.

Como se manter mais seguro?

Sabemos que esses dados podem ser utilizados por pessoas maliciosas como fraudadores para realizar golpes na internet como o Roubo de Whatsapp (Fraude comum utilizada hoje em dia). Então, o ideal é seguir alguns passos:

  • Configurar o duplo fator de autenticação em todas as suas contas de Email, Redes Sociais, Programas de Comunicação (Whatsapp, Telegram, etc..)
  • Evitar clicar em links enviados por desconhecidos ou que você não tenha certeza de que seja realmente seguro
  • Nunca realizar pagamentos online sem antes confirmar que o recebedor realmente o solicitou (Importante verificar a procedência e se a pessoa/empresa realmente solicitou)
  • Instale proteções no celular ou no computador pessoal como Antivírus/Antimalware.
  • Desconfie sempre de cobranças feitas por meios digitais ou até mesmo pelo telefone: Entre sempre em contato com o banco para confirmar as cobranças

Com informações de Tecmundo, Canaltech, Syhunt

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      4
      Compartilhe