Por pbagora.com.br

Gastos da gestão Romero Rodrigues em Campina Grande acima do limite, apenas para bancar pessoal provocou a emissão de um alerta pelo Tribunal de Contas do Estado à prefeitura da cidade, publicado na edição desta quinta-feira (5) do Diário Oficial eletrônico do TCE-PB.

Em janeiro, pelo menos 12 parentes de vereadores e de pessoas ligadas ao alto escalão político de Campina Grande estavam inseridos na folha de pessoal do município com gordos salários. Na época, dentre os parentes identificados estava uma cunhada do prefeito Romero Rodrigues.

O documento ressalta que embora o alerta já tivesse sido emitido, a gestão municipal não fez qualquer correção nos créditos orçamentários.

Em tempo. Em contato com a reportagem do PB Agora, a prefeitura de Campina Grande alega que o alerta emitido pela Corte não diz respeito ao gasto efetivo com pessoal, e sim sobre o previsto na LOA para o Exercício.
Segundo a gestão, havendo aumento de arrecadação, já resolve tudo.

Veja o alerta do TCE-PB desta quinta-feira:

 

Redação

Notícias relacionadas

Efraim Filho debate com ministra a liberação d eR$ 10 milhões para habitação rural na PB

O deputado federal Efraim Filho participou de audiência nessa terça-feira (15) com a ministra Tereza Cristina, do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Geraldo Melo Filho, presidente do Instituto…

João Azevêdo desmente fake news sobre privatização da Cagepa

Nesta quarta-feira (16), o governador João Azevêdo desmentiu o que tachou de fakenews, que foram disseminadas nas redes sociais em relação à gestão da Companhia de Água e Esgotos da…