ANÁLISE: twitteiros que hostilizaram e chamaram nordestinos de covardes, cancelam contas na Rede Social após má repercussão; quem é covarde?

Depois da ferrenha demonstração de xenofobia, via Rede Social, por parte de alguns jovens das regiões Sul e Sudeste do País contra os nordestinos, devido à vitória para sucessão presidencial de Dilma Rousseff (PT), os responsáveis pelas mensagens postas, diga-se de passagem, preconceituosas, descabidas e racistas, cancelaram suas contas no Twitter por medo de serem rastreados e, talvez, insultados com a mesma “insanidade” que os fizeram enaltecer o preconceito, o racismo e a segregação do País e, pior, em pleno século XXI.

Passou longe o senso e o conhecimento mínimo de Democracia para os sulistas. Em contrapartida sobrou preconceito imposto em toda a sua extensão e profundidade. É de se estranhar a atitude dos sulistas de cancelarem suas contas no Twitter, uma vez que além de retaliarem os nordestinos, alguns ainda os taxaram de covardes. A covardia seria mesmo dos nordestinos?

No último dia 31 de outubro, dia em que o Brasil votou e elegeu a sua primeira presidente mulher – um avanço para o nosso país – os nordestinos foram extremamente desrespeitados e discriminados por terem sido os principais protagonistas do resultado eleitoral nacional.

É de se admirar a “inteligência” de uma população regional como a do Sul e Sudeste, que em pleno século XXI, apregoa a ridícula e infame ideia da segregação do Norte/Nordeste em relação às outras regiões do País. Um lugar onde não se respeita a escolha livre e soberana do povo, comentários de “pessoas sem esclarecimento”, “sem conhecimento de causa”, “sem acesso a informação” e “alienadas”, chegam a causar náuseas.

É surpreendente a desinformação da população do Sul/Sudeste, ao que parece, imaginam eles que os nordestinos não têm acesso à informação, a Redes Sociais, Blogs, Portais de Notícias ou outros do gênero? Para surpresa de alguns desinformados que twitaram tais absurdos, os nordestinos conseguem ler e detectar fatos que muitos sulistas gostariam ao menos de conhecer, inclusive o de eleger a primeira mulher presidente do País.

Só para citar uma das tantas maravilhas desse povo batalhador e incansável na conquista e luta por mudanças sociais, econômicas e políticas, não é necessário ir muito adiante, basta falar sobre a segunda maior cidade do Estado da Paraíba, Campina Grande, com menos de 400 mil habitantes. Ela está simplesmente situada entre as nove cidades tecnológicas do mundo, segundo a revista NewsWeek.

Campina exporta tecnologia da informação para países, como Espanha, EUA e China. Ademais, esse pólo tecnológico faz parte da primeira cidade do Brasil a dominar a tecnologia do plantio de algodão colorido ecologicamente correto. Então como se pode admitir a soberba oligárquica dos sulistas que quiseram imputar aos nordestinos o mais hediondo dos sentimentos: o ódio?

É notória as ideias impostas por alguns meios de comunicação nacional de maneira alienante e com opiniões oligárquicas difundidas massivamente. Contrariando os pensamentos de alguns sulistas, talvez por deter mais esclarecimento, os nordestinos captam melhor poder de decisão de escolha e ratificou isso no resultado do pleito deste ano para as eleições presidenciais.

O que pode ser visto nesses últimos oito anos no Brasil, é que um simples operário, conhecido por Luís Inácio Lula da Silva, de vida extremamente difícil conseguiu se eleger presidente do País e, além de expandir o ensino superior, alcançou uma redução considerável na miserabilidade do país. E o mais honroso elegeu sua sucessora, Dilma Rousseff, fato este que não ocorre há anos.

Pasmem! Esse mesmo homem é nordestino e foi reconhecido pelo presidente de uma das maiores potências do Mundo, como o CARA! Foi assim que o presidente dos Estados Unidos (EUA), Barack Obama definiu Lula ao conhecê-lo. Não é possível que alguém com tamanha audácia, seja tão medíocre para um País e consiga reeleger seu sucessor, nesse caso específico, sua sucessora.

A ira maior dos sulistas deve ser em decorrência da vontade de impor uma demagogia e autoritarismo presentes nas oligarquias passadas que não satisfaz mais a um povo que já sofreu muito com a falta de um olhar de credibilidade para a região Nordeste. O desconhecimento os levou a hostilizar os nordestinos. Esqueceram, inclusive, que os estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais, localizados na região Sudeste, também elegeram a presidente Dilma Rousseff com uma expressiva votação.

A frase posta no Twitter pela estudante de Direito de São Paulo, Mayara Petruso, é um sintoma de puro preconceito, em todas as suas extensões. Isso demonstra o quanto a “Democracia” ainda é insipiente no Brasil e não comportando a existência do contraditório.

Confira o vídeo abaixo com as mensagens racistas e preconceituosas contra os nordestinos!!!

 

 

Ainda como forma de esclarecimento e conhecimento de causa, alguns grandes nomes de destaque no País, são nordestinos, a exemplo de José de Alencar, Câmara Cascudo, Elba Ramalho, Gilberto Gil, Gilberto Freyre, Celso Furtado, Pedro Américo, Luís Inácio Lula da Silva, Geraldo Azêvedo, Ariano Suassuna, Assis Chateaubriand, entre tantos outros.

Para não pecar por omissão, é necessário que se resguarde a infindável lista de ilustres nomes advindos do Nordeste e que contribuíram massiçamente para o desenvolvimento do País com seus conhecimentos.

A atitude da estudante, bem como, dos outros desconhecedores da história do próprio país em que residem é, no mínimo violenta e caberá a Justiça à decisão sobre o fato. Como é possível admitir tamanha falta de respeito do que é contraditório aos pensamentos de Mayara Petruso?

Sua reação impulsiva demonstra ainda sua capacidade de ser parte de uma ditadura, de um retrocesso para a boa conduta social dos brasileiros. Incitar a segregação, o racismo e o preconceito são, sem dúvida alguma, a maneira mais sórdida de se conquistar o desenvolvimento benéfico à população brasileira. É louvável que se aprenda a aceitar a derrota sem buscar culpados.

A Democracia cria espaço para todos, Governo para todos. O resultado eleitoral, Mayara Petruso, é escolha de uma maioria de brasileiros e não de apenas uma Região. Foi a maioria dos brasileiros que escolheu a futura presidenta do Brasil e caberá a todos os brasileiros indistintamente fiscalizar as ações dos políticos, independente de quem os elegeu.

Não se joga culpa em uma região dos trâmites políticos que englobam a vida de toda a população brasileira. Todos são responsáveis pelos desígnios do País. O Brasil é um País dividido geograficamente em regiões, com uma enorme diversidade cultural, mas acima de tudo um só povo, uma só nação e um só País. Viva o Brasil e abaixo a segregação!
 

 

Simone Duarte

PB Agora
 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Stiupb realizará manifestação em toda a Paraíba nesta segunda

O Sindicato dos Urbanitários da Paraíba – Stiupb, estará com uma intensa agenda de manifestações em toda a Paraíba nesta segunda-feira, 11, no Dia Nacional pela Universalização do Saneamento e…

Jogo de terror desenvolvido na PB, conquista 1º lugar no SBGames 2019

Um jogo de terror desenvolvido por um designer de games em Campina Grande conquistou o primeiro lugar em duas categorias do SBGames 2019, um dos maiores eventos acadêmicos sobre games…