A Paraíba o tempo todo  |

TRT: corte eletrônica iniciará trabalhos nesta 2ª

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O presidente do Tribunal Regional do Trabalho, juiz Edvaldo de Andrade, lançou nesta sexta-feira o projeto Tribunal Eletrônico, que estará em pleno funcionamento na segunda-feira, 16, e mudará os procedimentos em todos os processos que tiverem origem na Segunda Instância.

Com o projeto as petições (requerimentos) passarão a ser feitas, também, via internet.

Com o Tribunal Eletrônico procedimentos jurídicos como mandados de segurança, ação rescisória, habeas corpus, dissídio coletivo e medida cautelar, poderão ser requeridos a partir do escritório do próprio advogado, sem a necessidade de deslocamento ao Tribunal, usando apenas um computador ligado à internet.

Para os advogados que preferirem se dirigir ao TRT existe, desde janeiro passado, uma sala para os advogados, com computador e scanner, para a digitalização das peças. Servidores do Serviço de Cadastramento Processual e da Secretaria de Tecnologia da Informação (Coordenadoria de Atendimento ao Usuário) estarão de prontidão para orientar os advogados para os procedimentos necessários à petição eletrônica.

O serviço vai estar disponível no portal de serviços, na home page do TRT (https://www.trt13.jus.br/portalservicos). O diretor da Secretaria de Tecnologia da Informação, Max Frederico Guedes Pereira, ministrou uma palestra para os advogados sobre a utilização do Tribunal Eletrônico.
 

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe