O Tribunal de Justiça da Paraíba decidiu, no final da tarde desta quarta-feira, por ampla maioria dos votos, derrubar a liminar concedida pelo juiz convocado Fábio Leandro, proibindo o Estado de cortar o ponto dos delegados de polícia em greve.

Durante a votação, o relator do processo, desembargador Manoel Monteiro, teve voto vencido pela ampla maioria dos colegas. Na prática, a corte acolheu o agravo interno do Estado da Paraíba, cassando os efeitos da liminar concedida pelo juiz convocado Fábio Leandro, nos autos de mandato de segurança impetrado pelos delegados de polícia contra atos dos secretários Eitel Santiago (Segurança e Defesa Social) e Gustavo Nogueira (Administração).

A partir da decisão do TJ nesta quarta-feira, o Governo do Estado está autorizado a aplicar o corte de ponto dos delegados que se ausentarem dos seus serviços.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ex-presidente da ALPB é internado em JP com suspeita de coronavírus

O ex-presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Ricardo Marcelo foi internado nesta quinta-feira (28),em um hospital particular de João Pessoa com a Covid-19, doença provocada pelo novo Coronavírus, mas, diferentemente dos…

Opinião: João Azevêdo pode não ter nada a ver com as denúncias, mas tem que mandar apurar e punir

É muito pouco provável que o governador João Azevêdo esteja envolvido nas supostas irregularidades em contratos firmados pela sua gestão durante a crise do novo coronavírus. Ele e mais sete…