Por pbagora.com.br

O Tribunal de Justiça da Paraíba, através de uma liminar deferida pelo desembargador Abraham Lincoln, nesta quarta-feira (28), acatou parcialmente o pedido de antecipação de tutela em ação movida pela Procuradoria Geral do Município, no sentido de determinar que os servidores municipais de Bayeux, das Secretarias de Saúde e Educação, que estão em greve há 45 dias, retornem imediatamente às suas atividades sob pena de multa diária de R$ 3.000,00.

Na ação, a Prefeitura de Bayeux alega descumprimentos legais, uso de violência contra servidores que não participam da greve, e graves constrangimentos por parte do movimento grevista em relação à administração pública, e, que, o Sindicato e parte de seus filiados estão promovendo ações abusivas, que afetam diretamente os contribuintes e a sociedade, dentre outros motivos para o ajuizamento da ação.

A ação é assinada pessoalmente pelo Procurador Geral do Município, Ricardo Sérvulo, e pelo advogado Glauco Teixeira, que integra os quadros da Procuradoria de Bayeux.



Redação com Assesoria

Notícias relacionadas

Inmet emite alerta de perigo potencial de chuvas para toda a PB

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta amarelo de perigo potencial de chuvas intensas para todas as 223 cidades da Paraíba, válido até as 11h de terça-feira (13).…

Covid: taxa de ocupação de leitos de UTI cai para 70% na PB; 42 pessoas morreram nas últimas 24h

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, nesta segunda-feira (12), 1.486 casos de Covid-19. Entre os confirmados hoje, 92 (6,19%) são casos de pacientes hospitalizados e 1.394 (93,80%) são…