Foram libertadas na noite de ontem (18) as duas testemunhas do caso que apura a denúncia de irregularidade eleitoral em 2008, envolvendo o então candidato a vereador Sérgio da SAC. Paulo Sérgio e José Carlos Barbosa foram levados à sede da Polícia Federal, onde novamente serão ouvidos pelo delegado Derli Brasileiro. A soltura foi determinada pelo juiz federal Bianor Arruda Bezerra Neto, substituto da 1ª Vara Federal.

Paulo e José Carlos foram presos por falso testemunho após mudar a versão apresentada na Policia Federal, durante a audiência na última segunda-feira na Justiça Eleitoral. A prisão foi decretada pelo juiz Aluízio Bezerra.

O advogado do vereador Sérgio da Sac, disse que as testemunhas apenas fizeram algumas ressalvas no testemunho e que a prisão ambos foi precipatada.

Outra audiência foi marcada para o próximo dia 26 onde outras testemunhas serão ouvidas para confirmar ou não a versão de Paulo Sérgio e José Carlos.

 

Da Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Moacir Rodrigues admite deixar PSL se Bolsonaro sair da sigla

O deputado estadual Moacir Rodrigues, do PSL, admitiu, pela primeira vez, durante entrevista nesta terça-feira (14), a possibilidade de deixar os quadros do PSL paraibano, todavia, condicionou a medida à…

Adolescente é assassinada em Manaíra após tentar terminar relacionamento

Em menos de 24h dois casos de feminicídio foram registrados no Sertão da Paraíba. Os dois praticados por namorados que não aceitaram o fim dos relacionamentos. Além de um registrado…