O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, por meio de seus conselheiros, emitiu 15 alertas com o intuito de prevenir fatos que possam vir a comprometer resultados na gestão orçamentária, financeira e patrimonial dos entes respectivos. As inconsistências  foram encaminhados aos gestores no decorrer da semana que encerra nesta sexta-feira(19). 

Os alertas seguem entendimentos técnicos contidos em Relatórios de Acompanhamento da Gestão construídos pela equipe técnica de auditores da Corte de Contas, e foram destinados aos seguintes municípios: Nazarezinho, Guarabira, Riachão, Camalaú, Serra Branca, Sapé, Paulista, Lagoa Seca, Juru, Marizópolis, Boa Vista, Princesa Isabel e Pedra Lavrada. Além destes, a Câmara Municipal de Esperança e a Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social também foram alertadas. 

As inconsistências apontadas aos municípios referem-se às mais variadas áreas da gestão, mas, principalmente, a problemas nos respectivos Regimes Próprios de Previdência Social – tema em 11 dos 15 alertas. Já a Câmara Municipal de Esperança foi alertada quanto à falta de informações em seu Portal da Transparência, enquanto à Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social recebeu orientações relativas a processos licitatórios. 

PB Agora com informações de TCE-PB

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Homem é morto a tiros quando saía de bar, em Santa Rita

O distrito de Bebelândia, na cidade de Santa Rita, região metropolitana de João Pessoa, voltou a ser palco de mais um assassinato. Dessa vez o crime aconteceu na madrugada deste…

SOS Transposição: padre Djacy elege RC ‘o porta voz do povo sofrido”

Padre sertanejo, conhecido por seu envolvimento nas causas sociais, sobretudo na luta pela água para a região Nordeste, o pároco Djacy Brasileiro também está engajado na campanha encabeçada pelo ex-governador…