Por pbagora.com.br

A 1ª Câmara Deliberativa do Tribunal de Contas do Estado, presidida pelo conselheiro José Marques Mariz, multou o atual prefeito do município de Tavares (José Severiano de Paulo Bezerra da Silva) e os ex-prefeitos de Olho D’água (Júlio Lopes Cavalcanti) e Cacimba de Dentro (Clidenor José da Silva) por desvio de recursos para pagamento de pessoal e contratações irregulares, durante a sessão desta quinta-feira (05).

No caso de Tavares, foi considerada procedente denúncia contra o atual prefeito, acusado de desviar recursos destinados a outras áreas para pagamento de pessoal. O relator do processo foi o conselheiro Fábio Túlio Filgueiras Nogueira que recomendou a devolução de R$ 798,00 e multa de R$ 1.402,55 a José Severiano de Paulo Bezerra da Silva, decisão referendada pelos demais integrantes da 1ª Câmara.

Clidenor José da Silva, ex-prefeito de Cacimba de Dentro, foi multado em R$ 1.402,55 também por contratações de servidores para o Programa de Saúde da Família (PSF) consideradas irregulares, em outro processo relatado pelo conselheiro Fábio Nogueira. Já o processo de Olho D’água, referente a uma inspeção especial, foi relatado pelo conselheiro José Marques Mariz, onde o ex-prefeito Júlio Lopes Cavalcanti foi multado em R$ 2.805,10 por contratações irregulares de servidores para a área de saúde e terá prazo de quinze dias para recolher o valor aos cofres públicos. A pauta da 1ª Câmara somou 175 processos.
 

 

 Assesoria

Notícias relacionadas

“Já encheu o saco isso”, diz Bolsonaro sobre uso de máscaras

Na manhã desta quarta-feira (5/5), durante sua fala sobre a realização de obras no país, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), criticou a imprensa. Segundo ele, os jornalistas não falam das…

PMJP libera aula presencial do Ensino Médio e guarda-sóis na praia

A Prefeitura de João Pessoa publicou, nesta segunda-feira (3), decreto no Semanário Oficial com novas medidas sobre o enfrentamento e prevenção à pandemia de Covid-19. Dentre as mudanças com relação…