A 1ª Câmara Deliberativa do Tribunal de Contas do Estado, presidida pelo conselheiro José Marques Mariz, multou o atual prefeito do município de Tavares (José Severiano de Paulo Bezerra da Silva) e os ex-prefeitos de Olho D’água (Júlio Lopes Cavalcanti) e Cacimba de Dentro (Clidenor José da Silva) por desvio de recursos para pagamento de pessoal e contratações irregulares, durante a sessão desta quinta-feira (05).

No caso de Tavares, foi considerada procedente denúncia contra o atual prefeito, acusado de desviar recursos destinados a outras áreas para pagamento de pessoal. O relator do processo foi o conselheiro Fábio Túlio Filgueiras Nogueira que recomendou a devolução de R$ 798,00 e multa de R$ 1.402,55 a José Severiano de Paulo Bezerra da Silva, decisão referendada pelos demais integrantes da 1ª Câmara.

Clidenor José da Silva, ex-prefeito de Cacimba de Dentro, foi multado em R$ 1.402,55 também por contratações de servidores para o Programa de Saúde da Família (PSF) consideradas irregulares, em outro processo relatado pelo conselheiro Fábio Nogueira. Já o processo de Olho D’água, referente a uma inspeção especial, foi relatado pelo conselheiro José Marques Mariz, onde o ex-prefeito Júlio Lopes Cavalcanti foi multado em R$ 2.805,10 por contratações irregulares de servidores para a área de saúde e terá prazo de quinze dias para recolher o valor aos cofres públicos. A pauta da 1ª Câmara somou 175 processos.
 

 

 Assesoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Menino que comoveu o mundo com vídeo sobre bullying entra em campo com time de rugby

O menino de nove anos que comoveu o mundo ao protagonizar um vídeo no qual expõe sua tristeza pelos atos de bullying contra ele foi homenageado durante uma partida de…

Reforma administrativa que mexe com servidores está pronta, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro andou pela região da Praia das Astúrias, no Guarujá (SP), na manhã deste sábado (22). Ele estava acompanhado do deputado federal Hélio Lopes (RJ) e por…