O Tribunal de Contas do Estado (TCE) acatou representação da Associação de Deficientes e Familiares (Asdef) e suspendeu do concurso da Polícia Civil que seria realizado no próximo domingo (29).
 

A associação questionou no TCE a inexistência de vagas para portadores de deficiência no cargo de delegado e o teste de capacidade física para os deficientes.
 

Outra falha do edital detectada pela Asdef e acatada pelo TCE refere-se à incompatibilidade de testes de capacidade física exigidos. A ação pede a retirada dos testes para os cargos de escrivão, perito e delegado aos portadores de deficiência física.
 

O Ministério Público também se manifestou a favor da suspensão do concurso da Polícia Civil. Agora, a Associação de Deficientes e Familiares aguarda que o Estado cumpra a determinação do TCE e o publique o edital com as retificações exigidas sem recorrer.
 

Da Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

São Paulo conquista vitória suada sobre o Avaí e desbanca Timão do G4

O São Paulo voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o time comandado por Fernando Diniz recebeu o Avaí, vice-lanterna da competição, no estádio do Morumbi, e acabou fazendo…

Governadores do Nordeste publicam carta de repúdio contra Bolsonaro

Oito governadores do Nordeste assinaram uma carta em repúdio aos ataques feitos pelo presidente Jair Bolsonaro contra o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB). Em uma postagem no Facebook feita na última sexta-feira, Bolsonaro chamou Câmara…