Por pbagora.com.br

A Polícia Civil da Paraíba já identificou os suspeitos de terem sacado uma pistola no meio de um evento de campanha realizado pelo pré-candidato a prefeito de João Pessoa, Nilvan Ferreira (MDB) no último final de semana.

De acordo com as informações tudo não teria passado de uma briga de trânsito.

É que, durante depoimento, um dos suspeitos afirmou que desceu do carro e sacou a arma porque no momento em que ele e o irmão passavam de carro pelo cruzamento da Avenida Epitácio Pessoa, uma aglomeração (proveniente do evento de Nilvan) impediu que o carro seguisse seu trajeto. Ele então teria buzinado para que as pessoas se afastassem iniciando uma discussão banal.

Ele alega então que uma das pessoas que estavam no meio do tumulto teria mostrado que estava com uma arma na cintura. Neste momento, ele que é um subcomandante da Polícia Militar da Paraíba, teria sacado a pistola, tendo permanecido com a arma em punho até o sinal abrir.

Ainda no depoimento ele negou que tenha atentado contra a vida de Nilvan ou de qualquer outra pessoa que estava no local.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Anísio cutuca adesão de Couto a RC: “Ele gosta de ser traído e será outra vez”

O deputado estadual Anísio Maia, que disputa a prefeitura de João Pessoa pelo PT nas eleições municipais desse ano, ironizou o anúncio de adesão do ex-deputado federal Luiz Couto (PT),…

João Azevêdo visita obras e apresenta investimentos que somam mais de R$ 189 milhões em Patos

O governador João Azevêdo esteve, nesta sexta-feira (23), em Patos, no Sertão da Paraíba, ocasião em que realizou visitas técnicas às obras de construção do conjunto habitacional São Judas Tadeu…