O Supremo Tribunal Federal (STF) declarou inconstitucionais duas leis do Estado da Paraíba que redefiniam limites de Santa Rita e Bayeux, na Grande João Pessoa. De acordo com a decisão, tomada nesta quarta-feira (11), o aeroporto Internacional Presidente Castro Pinto deixa de fazer parte dos dois municípios.

As leis consideradas inconstitucionais, transferem para o território de Bayeux, 56% da área do aeroporto, localizado no município de Santa Rita, e a totalidade do 16ª Regimento de Cavalaria Mecanizada.

As ações que tornaram as leis inconstitucionais foram impetradas em 2016 pelo Partido da República (PR). De acordo como o processo, o partido argumentou que elas haviam delimitado os limites eram frutos de um acordo entre o prefeito das duas cidades, realizado em 2013. Justificou ainda que os limites territoriais entre Bayeux e Santa Rita estariam em desacordo com as fronteiras históricas que delimitavam as duas localidades.

O partido também questionou que a absorção da área desmembrada ocorreu sem a realização de consulta prévia plebiscito, que vai de encontro ao artigo 18 Constituição Federal.

A decisão unânime seguiu o voto da relatora, a ministra Cármen Lúcia, julgando procedente da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 5499), ajuizada pelo Partido da República (PR), contra as Leis estaduais 10.176/2013 e 10.403/2015..

 

G1PB

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mais de 900 atletas participaram da 4ª Corrida da UEPB

Neste domingo, 22, Dia Mundial Sem Carro, mais de 900 atletas participaram, da 4ª edição da Corrida da UEPB “Educar Para Viver Bem”, evento promovido pela Universidade Estadual da Paraíba…

MPPB sedia lançamento do “Outubro Rosa”, nesta segunda-feira

O Ministério Público da Paraíba vai sediar, às 8h desta segunda-feira (23/09), a cerimônia de lançamento da Campanha Outubro Rosa, promovida pela ONG Amigos do Peito, em parceria com o…