O músico Escurinho, o Quarteto do Prima, do município de Patos, e mais 15 sanfoneiros são as atrações da segunda edição do Circuito Som nas Pedras, que chega neste sábado (7) a Matureia, município localizado na Serra do Teixeira, distante 325 km da Capital. As apresentações acontecem no Lajedo da Pedra do Caboclo, no Parque Estadual Pique do Jabre, o ponto mais alto da Paraíba com 1.197 metros de altitude.

A programação da segunda edição do Som nas Pedras começa a partir das 20h, com a apresentação do Quarteto de Cordas do Prima do município de Patos, que traz um repertório com o melhor da música popular brasileira.

Logo em seguida, o Lajedo da Pedra do Caboclo recebe o músico Escurinho, que se apresenta com o violonista Júnior Espínola e a cantora Saiô. Por o último, o ponto alto da programação é a apresentação inédita de 15 sanfoneiros da região de Matureia e a participação especial do músico Escurinho. No repertório, canções que compõem o imaginário nordestino.

Som nas Pedras – O Projeto Som nas Pedras é uma iniciativa dos empreendedores do setor turístico, juntamente com as prefeituras dos municípios que integram a programação. É uma correalização do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Cultura (Secult), em parceria com o Sebrae, Secretaria de Estado da Comunicação Institucional (Secom), Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), e a Empresa Paraibana de Comunicação (EPC)/Rádio Tabajara e jornal A União.

Assim como a Rota Cultural Caminhos do Frio e Rota Cultural Raízes do Brejo, projetos apoiados pelo Governo do Estado já consolidados no desenvolvimento do turismo e da economia, o Som nas Pedras tem como objetivo desenvolver todo o potencial das regiões do Sertão e Cariri da Paraíba, apostando em acidentes geográficos famosos no Estado pela altitude.

Para o secretário executivo de Estado da Cultura, Milton Dornellas, os municípios contemplados pelo Projeto Som nas Pedras possuem um grande potencial turístico, e precisam ganhar visibilidade. “Queremos mostrar toda a potencialidade que esses municípios têm, promovendo uma nova rota de turismo e desenvolvimento para essas regiões, beneficiando o Estado como um todo”, prosseguiu Milton Dornellas, exemplificando o que já acontece com o Circuito Caminhos do Frio, que engloba cidades do Brejo paraibano.

Além de Matureia, segundo município a receber a edição 2019 do Som nas Pedras, o circuito passará ainda por:
– Monteiro (Lajedo das Moças) – 21 de setembro;
– Teixeira (Pedra do Tendó) – 28 de setembro;
– Princesa Isabel (Pedra do Guiné) – 5 de outubro;
– Congo (Lajedo da Barriguda) – 12 de outubro;
– Cabaceiras (Lajedo Samambaia) – 26 de outubro;
– Serra Grande (Lajedo da Paixão) – 9 de novembro;
– Queimadas (Caverna da Loca/Pedra do Vento) – 16 de novembro;
– Boqueirão (Lajedo do Marinho) – 23 de novembro.

Redação com Secom/PB

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Encontrado corpo de jovem desaparecido após afogamento na PB

O corpo de jovem desaparecido após afogamento na praia de Coqueirinho, Paraíba foi encontrado 14 horas depois. O corpo foi encontrado, na manhã desta segunda-feira (18). Rizonaldo Diogo da Silva,…

Romero prestigia chegada das águas da Transposição, nesta 2ª, no Cariri

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, vai liderar uma comitiva, nesta segunda-feira, 18, para esperar a chegada das águas da Transposição do Rio São Francisco, na cidade de Monteiro,…