Por pbagora.com.br

Dados fornecidos pela STTP revelam que mais de três mil placas de trânsito já foram colocadas para melhorar e garantir a segurança viária em Campina Grande. No entanto, o furto e a pichação dessas placas de sinalização, principalmente neste período de pandemia do Coronavírus, têm preocupado a Superintendência de Trânsito que, semanalmente, necessita repor esse tipo de sinalização que é retirada de diversos pontos da cidade.

Além do crescimento no número de furtos à sinalização de trânsito, outro tipo de vandalismo tem preocupado a STTP. Trata-se da implantação indevida de sinalização, principalmente por placas afixadas em postes de energia elétrica. Exemplo recente ocorreu na manhã desta quarta-feira, 29, quando populares denunciaram que uma placa irregular estava sendo afixada num poste de energia na rua Rodrigues Alves, no bairro da Prata.

Neste caso citado, foram acionados os setores jurídico e de sinalização da STTP que, imediatamente, foram ao local onde fizeram a retirada da placa e posteriormente comunicaram o fato à autoridade policial. A STTP solicitou providências para identificar e responsabilizar, criminalmente, quem comete esse tipo de crime.

Segundo o superintendente da STTP, Félix Neto, para relatar furtos de placas de trânsito e avarias em semáforos basta telefonar para o número 3341-1517. A denúncia pode ser anônima e, conforme o Código Penal, danos ao patrimônio público podem acarretar detenção de um até seis meses ou multa.

Campanha – Uma campanha de conscientização, para combater a depredação nas placas de sinalização e nos equipamentos públicos, será uma das estratégias a ser utilizada pela STTP para conscientizar a população sobre prejuízos causados por atos de vandalismo em equipamentos públicos.

“Infelizmente nos deparamos, o tempo todo, com esse tipo de situação. É revoltante. Vandalismo e furto de placas, além de implantação irregular de sinalização. Já implantamos em Campina Grande mais de três mil placas para melhorar a sinalização da cidade. Mas é difícil quando há falta de consciência e de espírito de coletividade. Cenas de furtos de placas são repetidas e flagradas constantemente. Acionaremos novamente a Polícia Civil e estamos comunicando também à Polícia Militar”, disse Félix Neto.

O dirigente da STTP destacou ainda que ruas como a Campos Sales (bairro do José Pinheiro) e avenida JK (bairro do Presidente Médici) também têm sido alvo de vândalos e que essa retirada está acontecendo. Conforme denúncias, esses atos geram insegurança viária e num momento em que leitos hospitalares devem estar sendo disponibilizados por pacientes que necessitam de tratamento contra o coronavírus, ao invés de causados por acidentes de trânsito.

 

Redação 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Justiça defere pedido do MPE e proíbe carreatas e comícios na 63ª Zona Eleitoral

A Justiça Eleitoral deferiu tutela antecipada pedida pelo Ministério Público e proibiu a realização de comícios, carretas, passeatas, caminhadas ou qualquer outro evento eleitoral que possa causar aglomeração nos municípios…

Ouça: Almeida diz que Walber é deputado apenas porque ‘surfou numa onda’

Apesar de representarem o campo da direita em João Pessoa, os candidatos Walber Virgolino, do Patriotas, e João Almeida, do Solidariedade, têm se estranhado nos últimos dias no tocante a…