O desembargador Luiz Sílvio Ramalho assume segunda-feira, dia 2, a Presidência do Tribunal de Justiça com um problema para resolver: a falta de infra-estrutura do Fórum Criminal.

O problema foi apontado e analisado ontem durante reunião que o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-seccional Paraíba), José Mario Porto, teve com advogados na sede da Ordem.

Os advogados decidiram, na ocasião, expor esses e outros problemas, além de reivindicações, num documento que será entregue ao desembargador. Uma das precariedades apontadas pelos operadores do direito e que vai constar no documento diz respeito ao não funcionamento do sistema de refrigeração. José Mario Porto declarou que vai marcar uma data para entregar o documento.

A posse do novo presidente do TJ, Luiz Sílvio Ramalho, e do restante dos integrantes da Mesa Diretora, eleitos para o biênio 2009-2010, acontecerá na próxima segunda-feira. Além de Sílvio Ramalho, serão empossados os desembargadores Jorge Ribeiro Nóbrega na Vice-Presidência e Abraham Lincoln da Cunha Ramos na Corregedoria-Geral de Justiça.

A solenidade de posse está marcada para às 16h no auditório Desembargador Wilson Pessoa da Cunha, anexo do prédio do Tribunal. A desembargadora Maria de Fátima Bezerra Cavalcanti é quem saudará o novo presidente em nome do Judiciário paraibano. A promotora Ana Carolina Coutinho Ramalho Cavalcanti, representando o Ministério Público, falará em seguida.

O advogado Paulo Américo Maia de Vasconcelos, representando a OAB, saudará a nova Mesa Diretora e, encerrando a solenidade, fará seu discurso de posse o desembargador Ramalho.
 

 

O Norte

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João Azevêdo antecipa reajuste a servidores públicos já para este mês

Em entrevista concedida à emissora da Capital, nesta terça-feira (21), o governador da paraíba, João Azevêdo, anunciou a antecipação do aumento para os servidores públicos. Segundo o gestor, o aumento…

Incêndio atinge casa e duas mulheres são socorridas, em Bayeux

Um incêndio atingiu uma casa e duas mulheres ficaram feridas e socorridas, em Bayeux, na Grande João Pessoa. A casa localizada na rua Treze de Maio, era muito pequena e…