Por pbagora.com.br

Após conquistar a reeleição para a Câmara Municipal de Campina Grande  sendo a segunda mais votada no pleito do último dia 15 de novembro, a vereadora Ivonete Ludgério (PSD) agora trabalha para conquistar sua recondução ao cargo de presidente da Casa Félix Araújo para o biênio (2021/2022). E tem avançado no propósito.

Sem a interferência do atual prefeito Romero Rodrigues (PSD) e do prefeito eleito Bruno Cunha Lima (PSD), que se comprometeram a não participar da escolha, Ivonete articula e já conta com o apoio de pelo menos nove colegas.

“Já tenho uma lista com nomes de apoio (…) As ´pescas´ (conquistas de apoio) são feitas pessoalmente, mas eu só divulgarei os apoiadores (para mais um mandato como presidente) quando conseguir o 12º voto (obtiver a maioria num colegiado de 23 votantes)”, disse.

Ivonete ainda adiantou que alguns colegas que pretendem votar nela só o farão se a eleição para o primeiro biênio não for casada com a do 2º.  “Alguns dos colegas que pretendem me acompanhar (apoiar) só continuarão com o compromisso se a eleição (da mesa, para o 2º biênio) for feita no período certo, daqui a dois anos.

Sobre a possível interferência do prefeito eleito Bruno Cunha Lima (PSD) no processo de escolha da próxima Mesa Diretora, Ivonete acredita que, assim como Romero, ele não irá interferir. “Pedi a Bruno Cunha Lima que não interferisse na questão da mesa da Câmara”, ressaltou.

As declarações da parlamentar repercutiram recentemente na TV Itararé.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Projeto de Wilson Filho reduz conta de água para quem se vacinar contra Covid

Ainda em 2020, quando a vacinação parecia algo distante da realidade dos brasileiros e, especificamente, dos paraibanos, o deputado estadual Wilson Filho (PTB) já estava preocupado com a questão. Agora,…

Paraíba registra mais oito mortes por covid e se aproxima de 3.900 óbitos

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, neste domingo (17), 783 casos da Covid- 19. Entre os confirmados hoje, 44 (5,61%) são casos de pacientes hospitalizados e 739 (94,39%)…