A reunião do Ministério Público do Estado da Paraíba (MPPB) com representantes da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) e da Companhia Ferroviária do Nordeste (CFN), marcada para esta sexta-feira (13) foi adiada para a próxima terça-feira (17). A reunião vai discutir as medidas que serão tomadas para evitar acidentes de trânsito e garantir mais segurança aos usuários do transporte ferroviário, nos municípios da Grande João Pessoa.

Essa será a segunda vez que o MPPB se reunirá com a CBTU para discutir o assunto. O encontro ocorrerá, às 9h, no primeiro Centro de Apoio Operacional às Promotorias (Caop), no Centro de João Pessoa. Deverão participar da reunião o coordenador do 1o Caop, Hamilton de Sousa Filho, o promotor de Defesa do Consumidor, Glauberto Bezerra, o promotor do Cidadão da Comarca de Cabedelo, Valério Bronzeado e o da Promotoria de Santa Rita, Manoel Serejo.

Na primeira reunião, realizada em fevereiro, a CBTU se comprometeu a apresentar um estudo sobre o fluxo de veículos e de pessoas nas passagens de nível da linha do trem nos trechos referentes aos municípios de Santa Rita e Cabedelo. O estudo deve apontar os pontos considerados mais vulneráveis a acidentes para que sejam construídas cancelas eletrônicas nesses locais. “De posse do relatório que deverá ser entregue no dia 11, vamos nos reunir com a CBTU para dizer em quais das 22 passagens de nível há maior intensidade de tráfego e para estipular a construção de, pelo menos, cinco passagens”, explicou o promotor de Justiça, Hamilton de Sousa Filho.

Segundo ele, as duas reuniões do MPPB com a CBTU foram solicitadas pelo promotor de Defesa do Cidadão da Comarca de Cabedelo, Valério Bronzeado, que estava preocupado com o crescente número de acidentes ocorridos na linha do trem, no trecho localizado na Praia do Jacaré. Segundo a CBTU, em 2007, foram registrados dois acidentes de trânsito nas linhas de trem. Em 2008, o número de colisões subiu para nove. “A expectativa dessa reunião é de que seja elaborado um cronograma para a colocação das cancelas nas principais passagens de nível. O objetivo é garantir a segurança das pessoas e evitar os acidentes”, disse Hamilton.

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Análise: em meio a crise no PSL, Julian tenta escapar da “pecha” de traidor

O processo de separação dos gêmeos siameses, também chamados de gêmeos xifópagos ou conjugados, foi praticamente concretizado. Antes ardorosos amigos e escudeiros um do outro, o deputado federal Julian Lemos…

Verão europeu: saiba porque a Grécia tem atraído cada vez mais turistas brasileiros

A combinação grega de praias de águas azul-turquesa e areia dourada, estrutura turística de primeira classe e preços baixos tem se provado crucial na hora do turista brasileiro decidir para onde fará…